3 eventos ao vivo

Herói de virada épica, Walcott segue com futuro incerto no Arsenal

1 nov 2012
22h20
atualizado às 22h41

Grande destaque da vitória do Arsenal por 7 a 5 sobre o Reading pela Copa da Liga Inglesa ao marcar três gols e dar três assistências, o atacante Theo Walcott ainda não sabe que camisa irá vestir a partir de janeiro. Sem acordo pela renovação do contrato que vai até o meio de 2013, o camisa 14 poderá sair de graça no final deste ano, além de desfalcar a já esvaziada equipe de Arsene Wenger.

Com show de jogadores brasileiros, prorrogação e nove gols, o Chelsea venceu o Manchester United por 5 a 4 nesta quarta-feira, se vingou de derrota no final de semana e eliminou o arquirrival nas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa
Com show de jogadores brasileiros, prorrogação e nove gols, o Chelsea venceu o Manchester United por 5 a 4 nesta quarta-feira, se vingou de derrota no final de semana e eliminou o arquirrival nas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa
Foto: Getty Images

» Vote e eleja a mais bela mulher de jogadores do Alemão

Para evitar o assédio de rivais como Liverpool e Manchester City, o técnico francês resolveu pedir publicamente para que o vínculo de Walcott seja prorrogado pelos dirigentes do clube londrino. Segundo o treinador, nem mesmo uma venda desesperada, como aconteceu com Robin van Persie e Samir Nasri, deve ser cogitada.

"Há uma urgência nesse caso, quanta eu não sei, mas há. Queremos resolver isso antes do Natal, de uma maneira ou de outra. Eu sequer pensei em perdê-lo, porque, no momento, ainda acho que conseguiremos entrar em acordo", ressaltou Wenger.

Uma das razões para Walcott ainda não ter aceitado as propostas de renovação é sua preferência por atuar centralizado, e não como um ponta direita. Sem a sombra de Van Persie, o jogador de 23 esperava se firmar entre os titulares, mas só deve ganhar oportunidades agora, depois da atuação de gala diante do Reading há dois dias, e da lesão do marfinense Gervinho.

"Eu sempre disse que seria importante que ele jogasse na posição onde gosta e que, no futuro, seria jogando pelo meio. E ele provou isso mais uma vez na noite de terça-feira. Os pontas estão mudando, precisam ajudar a marcar, e ele deve se dedicar aos trabalhos ofensivos. Ele tem bom ritmo, é inteligente para correr e, o que mudou, é que se tornou um grande finalizador", analisou o técnico.

No próximo sábado, Walcott pode ganhar nova chance entre os titulares de Wenger no clássico diante do Manchester United, e dessa vez para atuar ao lado dos principais nomes da equipe. Além da partida válida pelo Campeonato Inglês, os londrinos já pensam no decisivo confronto com o Schalke 04, na Alemanha, pela 4ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, que acontece na terça-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade