0

Empréstimos movimentaram a janela de transferências de janeiro

1 fev 2019
07h21
atualizado às 07h21
  • separator
  • comentários

A janela de transferências de janeiro de 2019 trouxe várias contratações por empréstimo, principalmente entre atacantes. Gonzalo Higuaín, Álvaro Morata e Kevin-Prince Boateng foram alguns dos principais jogadores a trocar de clube sem transferência em definitivo.

No futebol brasileiro, alguns dos principais reforços chegaram por empréstimo. É o caso de Gabriel Barbosa, que foi emprestado ao Flamengo pela Inter de Milão, e de Ricardo Goulart, que reforçou o Palmeiras cedido pelo Guangzhou Evergrande, da China.

Uma das principais negociações por empréstimo desta janela foi a de Gonzalo Higuaín. O atacante, que pertence à Juventus e estava emprestado ao Milan, foi cedido ao Chelsea, que aposta no argentino para resolver o problema na posição de centroavante. Higuaín teve seu melhor momento da carreira no Napoli comandado por Maurizio Sarri, atualmente técnico do Chelsea.

A contratação de Higuaín motivou outra negociação por empréstimo. Para não manter três atacantes no elenco, o Chelsea emprestou morata ao Atlético de Madrid por uma temporada e meia, deixando Higuaín e Giroud como as opções de Sarri para a posição. A saída de Higuaín do Milan, inclusive, abriu espaço para a contratação de Piatek, uma das mais caras da janela.

Além de Morata, o Chelsea negociou outros dois importantes jogadores por empréstimo. Depois de contratar o meia Christian Pulisic junto ao Borussia Dortmund, na negociação mais cara desta janela, os Blues o emprestaram ao antigo clube até o final de temporada. Além dele, o ala nigeriano Victor Moses foi emprestado ao Fenerbahce.

O Barcelona também foi ativo no mercado de transferências por empréstimo. O clube catalão contratou o zagueiro Jeison Murillo junto ao Sevilla e o meia-atacante Kevin-Prince Boateng junto ao Sassuolo, ambos por empréstimo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade