2 eventos ao vivo

Cech encerra carreira sofrendo goleada do time que o consagrou

29 mai 2019
19h12
atualizado às 22h48
  • separator
  • 0
  • comentários

A última partida da carreira de Petr Cech foi diante do clube que o consagrou e cuja torcida o idolatra. Nesta quinta-feira, pela final da Liga Europa, o goleiro do Arsenal enfrentou o Chelsea e foi goleado por 4 a 1, perdendo o que seria seu último título da carreira.

Atualmente nos Gunners, Cech tem história de sobra no time que enfrentou em sua última partida como jogador profissional. O veterano de 37 anos é o principal goleiro da história dos Blues e foi peça chave no período mais vitorioso do clube azul de Londres.

Nascido em Pilsen, na República Tcheca, Cech é o terceiro jogador com mais jogos pelo Chelsea (494), perdendo apenas para John Terry (703) e Frank Lampard (640) e à frente de Didier Drogba (381). O quarteto jogou junto no clube entre 2004 e 2012, quando Drogba deixou o clube.

Entre goleiros, Cech é o líder isolado em número de jogos pelo clube com larga vantagem. O segundo goleiro com mais partidas pelo Chelsea é o italiano Carlo Cudicini (208), que foi titular da equipe entre 2000 e 2004, ano em que Cech foi contratado e assumiu o posto de principal goleiro.

Porém o legado de Cech nos Blues não ficará apenas nos números, mas também na sala de troféus. Pelo Chelsea, o goleiro tcheco conquistou o principal título do clube: a Liga dos Campeões de 2011-12. Além disso, o arqueiro também conquistou cinco vezes o Campeonato Inglês (2004-05, 2005-06, 2009-10 e 2014-15), quatro vezes a Copa da Inglaterra (2006-07, 2008-09, 2009-10 e 2011-12) e a Liga Europa de 2012-13.

O reinado de Cech no Chelsea, que começou em 2004, terminou dez anos depois, quando Thibaut Courtois retornou de empréstimo ao Atlético de Madrid. Com o jovem belga no elenco, o veterano perdeu espaço e ficou boa parte da temporada no banco de reservas.

Na temporada 2014-15, Courtois disputou 39 jogos pelo Chelsea, 32 deles pelo Campeonato Inglês. Enquanto isso, Cech entrou em campo apenas 16 vezes, sete delas pela Premier League e três pela Liga dos Campeões. Na temporada anterior, o tcheco havia disputado 46 partidas.

Sem espaço no Chelsea, Cech trocou de clube sem mudar de cidade. Aos 33 anos, o goleiro se transferiu para o Arsenal por 14 milhões de euros e logo assumiu a titularidade, deixando o colombiano David Ospina como segunda opção.

Em 2018-19, Cech não foi a primeira opção do Arsenal, que contratou o jovem promissor David Leno junto ao Bayer Leverkusen no início da temporada. Porém, enquanto o alemão foi titular no Campeonato Inglês, o tcheco foi o principal goleiro do time na Liga Europa, disputando onze jogos na competição — sem sofrer gols em seis.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade