0

Francês: Neymar é garçom, PSG vira sobre Rennes e segue 100%

A partir de dois passes do brasileiro, Meunier virou aos 15 minutos e Choupo-Moting garantiu a vitória do PSG aos 37 do segundo tempo

23 set 2018
12h01
atualizado às 12h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, o Paris Saint-Germain visitou o Rennes no estádio Roazhon Park com a missão de permanecer com 100% de aproveitamento no Campeonato Francês. Mesmo após sofrer um susto logo aos 10 minutos, a equipe da capital mostrou a sua força e virou o placar por 3 a 1 e conseguiu a sua sexta vitória pela competição.

O time da casa saiu na frente após Rabiot desviar um cabeceio numa cobrança de escanteio e acabar marcando contra. O empate saiu no último lance do primeiro tempo, quando Di María finalizou de fora da área após boa jogada de Draxler. No segundo tempo, Neymar assumiu novamente a função de ser o armador da equipe. A partir de dois passes do brasileiro, Meunier virou aos 15 minutos e Choupo-Moting garantiu a vitória aos 37.

Choupo-Moting comemora último gol do PSG
Choupo-Moting comemora último gol do PSG
Foto: Twitter / PSG

Com a vitória, o PSG segue com 100% de aproveitamento na competição e lidera o torneio com 18 pontos conquistados, já com cinco de vantagem sobre o vice-líder Lille. Já o Rennes permanece com sete e aparece na 13ª posição.

O jogo - Jogando fora de casa, o PSG acabou sendo surpreendido logo aos 10 minutos, quando o atacante Niang subiu mais que todo mundo na cobrança de escanteio e testou firme. A bola acabou desviando nas costas de Rabiot e enganando o goleiro Buffon, que nada pôde fazer para tentar impedir o placar de ser aberto.

O gol sofrido nos primeiro minutos fez com que os visitantes partissem pra cima em busca de um empate rápido. No entanto, sem poder contar Mbappé, que cumpre suspensão, e Neymar jogando de maneira mais recuada, a equipe teve apenas Cavani no comando do ataque e o uruguaio se viu bastante marcado.

No momento em que o centroavante conseguiu superar a defesa adversária e sair cara a cara com o goleiro a arbitragem viu, corretamente, a posição irregular de Cavani, anulando o gol do atacante.

O empate para a equipe parisiense saiu apenas no último lance da primeira etapa. Após boa jogada pela direita com Draxler, a bola acabou passando por Cavani e caindo nos pés de Di María que finalizou firme para empatar a partida.

Neymar não marcou, mas teve boa atuação contra o Rennes (Foto: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)
Neymar não marcou, mas teve boa atuação contra o Rennes (Foto: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)
Foto: LANCE!

Após o intervalo o time da visitante voltou pressionando ainda mais, em busca da vitória. Logo no primeiro minuto, Neymar encontrou Cavani dentro da área e lançou o uruguaio, que acabou finalizando na trave.

Pouco tempo depois, Neymar faz bom jogada com Verrati e finaliza da entrada da área. O goleiro do Rennes faz a defesa e a bola sobra para Cavani, que limpa a defesa duas vezes antes de finalizar e ver o zagueiro tirar o seu gol de cima da linha.

A pressão, no entanto, deu resultado aos 15 minutos, quando Neymar encontrou Meunier pela ponta direita. O belga entrou na área e finalizou firme, dando a vantagem no placar para o PSG.

O gol fez com que o Rennes partisse pra cima dos parisienses. No entanto, a velocidade de seus jogadores já não era um problema para os visitantes, que se conseguiam anular as jogadas em velocidade, principal arma do time mandante.

No entanto, aos 37 minutos, Choupo-Moting recebeu bom passe de Meunier, que foi novamente lançado por Neymar, dominou e chutou fire para marcar o terceiro e dar números finais a partida.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade