0

PSG perde a 2ª seguida e adia novamente conquista do título

17 abr 2019
16h16
atualizado às 16h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta quarta-feira, o Paris Saint-Germain viu a conquista do seu oitavo título do Campeonato Francês ser novamente adiada. Após ter perdido por 5 a 1 para o Lille na última rodada, o time comandado por Thomas Tuchel agora foi derrotado pelo Nantes pelo placar de 3 a 2, fora de casa.

Foto: Stephane Mahe / Reuters

Com o resultado, a equipe parisiense fica com 81 pontos e ainda pode ser alcançada pelo Lille, vice-colocado, que soma 64 pontos com seis jogos ainda em disputa. Já o Nantes, com 37 pontos, ocupa apenas a 14° posição.

Neste domingo, o PSG tem pela frente o Monaco, no Parc Des Princes, ao passo que o Nantes recebe o Amiens. O Lille, por sua vez, visita o Toulouse.

O jogo - O Paris Saint-Germain entrou em campo com um time bem desfalcado, sem a maioria de seus principais astros. Mbappé foi poupado por opção do treinador, enquanto nomes como Neymar, Thiago Silva, Di María não estavam à disposição.

Uma das únicas estrelas em campo era Buffon, e foi justamente ele o protagonista do primeiro grande lance da partida. Aos 11 minutos de jogo, Coulibaly recebeu cruzamento da esquerda e cabeceou forte, no canto, mas o experiente goleiro voou para fazer uma grande defesa

Buffon não estava sozinho, é verdade. Outro titular que estava em campo era Daniel Alves, e o brasileiro também não demorou muito para aparecer. Aos 18 minutos, o lateral recebeu a bola pela direita e, da intermediária, arriscou para fazer uma pintura. O goleiro do Nantes estava ligeiramente adiantado e não conseguiu buscar a bola, que morreu no ângulo.

A comemoração do PSG, contudo, não durou muito tempo. Aos 21, após cobrança de escanteio, o brasileiro Diego Carlos apareceu no meio da área e completou de cabeça para colocar a bola muito no canto, sem chances para Buffon.

O time visitante tinha a bola nos pés durante a maior parte do tempo, mas dava claros sinais de falta de entrosamento. A equipe tinha muita dificuldade para trocar passes, e assim, a criação ofensiva ficava muito prejudicada. Depois de muito insistir, os parisienses tiveram uma ótima chegada com Diaby, mas, dentro da área, o atacante demorou para chutar a acabou travado.

Aos 44 minutos, em uma das poucas chegadas do Nantes, veio o balde de água fria para o time do PSG. Ao tentar proteger uma bola na lateral, o zagueiro Kehrer acabou perdendo. O time da casa então aproveitou a defesa adversária desguarnecida e após rápida troca de passes, a bola chegou para Waris, dentro da área, apenas completar para o fundo do gol.

Aos seis minutos da segunda etapa, a situação do PSG ficou ainda pior. Após cobrança de escanteio, Diego Carlos apareceu novamente dentro da área para desviar e marcar o seu segundo gol no jogo, o terceiro do Nantes.

O Paris parece ter sentido o gol. Ou melhor, os gols. Com apenas cinco jogadores no banco de reservas, o técnico Thomas Tuchel tentava mexer na equipe, mas se encontrava sem opções. Enquanto isso, o Nantes crescia cada vez mais, e voltou a levar perigo aos 12, com Coulibaly, e aos 22, com Waris.

Com o time da casa dominante na partida, os visitantes tentavam levar perigo nos contra-ataques. Aos 32, Choupo-Moting tentou a finalização de dentro da área e carimbou a trave, e aos 43, ainda houve para Guclu receber de Dagba e diminuir a vantagem do Nantes. O gol, contudo, veio muito tarde, e não houve tempo para uma maior reação dos parisienses.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade