1 evento ao vivo

Espanha sofre, mas mantém 100% de aproveitamento nas Eliminatórias da Eurocopa

Vitória por 2 a 1 sobre a Romênia, em Bucareste, ampliou vantagem da equipe no Grupo F

5 set 2019
19h19
atualizado às 19h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Espanha manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias da Eurocopa 2020, ao derrotar, nesta sexta-feira, a Romênia, em Bucareste, por 2 a 1, em jogo válido pela quinta rodada. Com o resultado, os espanhóis alcançaram os 15 pontos, enquanto os romenos ficaram com sete, na quarta colocação.

A seleção espanhola foi dirigida pela primeira vez por Robert Moreno, que assumiu o cargo depois da saída de Luis Enrique, que pediu afastamento e depois se demitiu por causa da doença de sua filha. A garota, de nove anos, morreu na quinta-feira passada.

Com belo toque de bola e demonstrando grande entrosamento, a Espanha dominou amplamente o primeiro tempo. A vantagem de 1 a 0, com o gol de pênalti convertido pelo capitão Sergio Ramos, foi pequena diante do grande volume de jogo espanhol.

Na segunda etapa, a Romênia voltou apática e os espanhóis aproveitaram para fazer o segundo gol, após pela jogada pela esquerda. Jordi Alba tocou para Alcácer, que só rolou a bola para o gol de Tatarusanu.

Com a grande facilidade, a Espanha diminuiu o ritmo e sofreu o castigo, aos 14 minutos da etapa final, quando Florin Andone fez o gol romeno.

O jogo ganhou intensidade. A Espanha tentou se impor e deixou espaços para os contra-ataques romenos. Ianis Hagi, filho de Gheorghe Hagi, maior nome do futebol romeno, fez grande lançamento para George Puscas, que, a um passo da grande área, acabou derrubado por Llorente. O zagueiro espanhol foi expulso e Hagi cobrou a falta na barreira, desperdiçando grande oportunidade.

A Romênia ainda teria mais duas grandes oportunidades com Puscas, em assistências de Hagi, mas o goleiro Kepa conseguiu evitar de forma sensacional.

Nos outros dois jogos do grupo, Suécia e Noruega não tiveram dificuldades para somarem mais três pontos. Os suecos marcaram fáceis 4 a 0 sobre Ilhas Faroe e chegaram aos dez pontos, enquanto o adversário foi derrotado pela quinta vez consecutiva.

Em 23 minutos, Alexander Isak (duas vezes) e Victor Nilsson Lindeloef já colocavam a Suécia com 3 a 0, em Tórshavn. Robin Quaison completou a goleada na etapa final.

Em Oslo, os noruegueses foram econômicos e fizeram um gol em cada tempo diante da fraca Malta. Sander Berge e Joshua King foram os autores. Com o resultado, a Noruega chega aos oito pontos e ultrapassa a Romênia. Malta segue com apenas três.

Pelo Grupo G, Israel e Macedônia do Norte ficaram no empate por 1 a 1, em Bersebá. Os dois gols foram na etapa final. Aos 10 minutos, Eran Zahavi abriu o placar para os israelenses, enquanto Arijan Ademi empatou, aos 19. O resultado não foi bom para ambas as seleções, que brigam com Áustria e Eslovênia pela classificação.

A Polônia lidera a chave com 12 pontos, seguida por Israel (8) e Áustria (6). Macedônia do Norte e Eslovênia têm cinco cada, enquanto a Letônia ainda não pontuou.

Veja também:

Os ótimos números de Evander pelo Midtjylland, da Dinamarca
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade