PUBLICIDADE

República Checa bate Escócia na estreia pela Eurocopa com gol do meio de campo

Patrik Schick marca os dois gols do triunfo por 2 a 0, nesta segunda-feira, no estádio Hampden Park, em Glasgow

14 jun 2021 12h24
| atualizado às 16h48
ver comentários
Publicidade

A República Checa começou em grande estilo a sua campanha na Eurocopa. Nesta segunda-feira, pelo Grupo D, mesmo jogando no estádio Hampden Park, em Glasgow, derrotou a seleção da casa, a Escócia, por 2 a 0, com direito a um belo gol do meio de campo marcado pelo meia Patrik Schick, o craque do time, no segundo tempo, para completar a vitória que ele mesmo havia ajudado com um gol de cabeça na primeira etapa.

Aos sete minutos do segundo tempo, Schick viu que o goleiro da Escócia, Marshall, estava adiantado e chutou do meio do campo, um pouco depois da linha que divide o gramado, com a perna esquerda. A bola fez uma curva no ar, encobriu Marshall e estufou as redes da Escócia.

O meia checo fez o famoso "gol que Pelé não fez" nesta segunda-feira. A frase é usada para ilustrar um gol marcado do meio de campo, em referência ao lance que o Rei do Futebol tentou na Copa do Mundo de 1970, no México, contra a Checoslováquia. Na ocasião, o chute do camisa 10 brasileiro foi para fora.

O gol histórico de Schick foi o de maior distância já registrado na Eurocopa (desde 1980). De cinco finalizações do meia contra a Escócia, quatro foram no alvo. O jogador esteve envolvido diretamente em 10 gols nos últimos nove jogos que disputou como titular da seleção checa.

Com a vitória por 2 a 0, a República Checa termina a rodada inaugural na liderança do Grupo B. Tem os mesmos três pontos da Inglaterra, mas leva vantagem no saldo de gols (2 a 1), já que os ingleses derrotaram a Croácia por 1 a 0, no último domingo, no estádio de Wembley, em Londres, no primeiro jogo da chave.

A segunda rodada será disputada nesta sexta-feira. Novamente no estádio Hampden Park, em Glasgow, a República Checa enfrentará a Croácia, a partir das 13 horas (de Brasília). Um pouco mais tarde, às 16 horas, será a vez de Inglaterra e Escócia fazerem um duelo britânico no estádio de Wembley.

HOMENAGENS

Estável e se recuperando do mal súbito que sofreu no último sábado, o meia dinamarquês Christian Eriksen recebeu mensagens de apoio dos torcedores da Escócia nesta segunda-feira. Inúmeras pessoas, dos mais de 12 mil fãs que foram ao estádio em Glasgow, levaram cartazes para mostrar solidariedade com o jogador da Internazionale.

Estadão
Publicidade
Publicidade