PUBLICIDADE

Do judô ao futebol: a curta e promissora carreira de Camavinga, novo reforço do Real Madrid

1 set 2021 16h35
| atualizado às 16h35
ver comentários
Publicidade

O Real Madrid reforçou seu meio de campo na última terça-feira com o francês Eduardo Camavinga, de apenas 18 anos. Apesar da idade, ele foi alvo de vários clubes da Europa desde que surgiu no Rennes, da França. Os espanhóis venceram a corrida pela assinatura e contrataram o jovem no último dia da janela de transferências.

O atleta nasceu em 2002 em um campo de refugiados em Angola e possui pais congoleses. A família mudou-se para o norte da França para escapar da guerra no ano seguinte. Em uma infância fura, sua casa pegou fogo, mas o atleta sempre mostrou grande resiliência. Na curta carreira, o francês atuou em todas as posições no meio-campo.

Eduardo não entende só de bola. Ele também passou um tempo aprendendo a arte do judô. Embora adorasse praticar artes marciais, o que seu pai também fazia, o jogador de futebol decidiu se concentrar no primeiro amor.

Depois de se tornar o estreante mais jovem do Rennes aos 16 anos, foi na temporada 2019/20 que Camavinga bateu cartão na Liga dos Campeões. O jogador ajudou o clube francês a alcançar a vaga na competição antes da pandemia de covid-19. Pela seleção da França, tem três partidas pelo time principal.

"Sonhos se tornam realidade", escreveu o novo reforço do Real Madrid no Instagram.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade