2 eventos ao vivo

Casillas recebe alta do hospital e despista sobre o futuro

6 mai 2019
13h02
atualizado às 13h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta segunda-feira, Iker Casillas recebeu alta do Hospital CUF Porto, onde estava internado desde quarta. Ele deixou o local com a sua esposa, Sara Carbonaero. Recuperado de um infarto, que sofreu no treino do Porto, o goleiro fez um comunicado à imprensa. Sem perguntas de jornalistas, o jogador falou sobre o susto e agradeceu aos médicos e aos fãs pelas mensagens.

"Há alguns dias tive um acontecimento, foi a minha vez e aqui estamos. É difícil falar, estou muito agradecido, tive muita sorte. Me fizeram sentir muito querido, os que se preocuparam. Me emociono um pouco, não quero esquecer o hospital, o doutor Nelson, as pessoas do Porto, os médicos e a todos", disse Casillas, em frente aos jornalistas e alguns torcedores.

Aos 37 anos, o campeão do mundo de 2010 falou que não sabe o que será do futuro, se vai continuar a jogar ou não, e destacou a importância de estar recuperado. Ele admitiu que pretende responder as mensagens de apoio que recebeu de milhares de pessoas e ficará agora em repouso em casa.

"Quero agradecer todo o carinho das redes (sociais). Me encontro muito melhor. Será um repouso de um par de semanas ou de um par de meses. Tanto faz, o mais importante é estar aqui. Tive de esperar o coração se acomodar, o corpo estava tranquilo. Estava bem, emocionado, posso contar e vocês podem ver. Obrigado a todos e a família que me apoiou muito e uma vez mais às pessoas. Milhares de pessoas que me mandaram mensagens que irei responder porque agora terei tempo", confessou. "Não sei o que será do futuro, o importante é estar aqui. Muito obrigado pela espera e nos veremos logo", completou.

Agora, o jogador volta para sua casa, na zona residencial de Foz, no litoral da cidade do Porto. As duas primeiras semanas serão de repouso. Ele vai ter acompanhamento dos médicos, que devem decidir quando ele vai começar a reabilitação cardíaca. Ele deve retornar à Espanha no fim do mês ou no começo de junho. Sem poder fazer qualquer atividade esportiva por três meses, sua recuperação completa pode demorar até dez meses.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade