PUBLICIDADE

Pochettino cita naturalidade de astros do PSG e elogia Mbappé: "É o presente e o futuro"

6 out 2021 11h17
| atualizado às 11h17
ver comentários
Publicidade

O técnico do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, concedeu entrevista ao programa espanhol Universo Valdano. O argentino falou sobre a naturalidade de Neymar, Lionel Messi e Kylian Mbappé, fazendo grandes elogios ao francês. Ele também comentou a respeito de Sergio Ramos.

"O que mais gostam é da espontaneidade. Não buscam uma referência, mas naturalidade. Que possa estabelecer uma relação de confiança em que se sinta livre para dizer ao outro o que pensa e vice-versa. O treinador tem que buscar essa cumplicidade com o jogador e não enganá-lo. Assim, no vestiário, há privilégios pela natureza de um e de outros. São grandes nomes, mas o rendimento coletivo é o que dará a possibilidade de ganhar", analisou, citando os astros do clube.

O comandante do PSG também não poupou elogios a Mbappé: "É um grande profissional e respeitou sua situação contratual. Kylian é um garoto inteligente. Jovem, mas maduro. Como jogador de futebol, é extraordinário. Campeão do mundo. É o presente e o futuro."

"É uma figura mundial, provavelmente o melhor de todos os tempos. Contar com o Leo foi um presente da vida. Ninguém esperava o seu final no Barcelona, nem mesmo ele. Gosto de sua naturalidade e do sentimento que tem de que deve devolver o carinho recebido", disse sobre o craque argentino.

O técnico comentou a respeito de Neymar: "Tem uma grande relação com todos e um grande coração. Na intimidade, é sensível, gosta de abraçar as pessoas. Tem boa essência. Também tem esse estilo competitivo, das ruas, selvagem, mas é um sujeito fabuloso."

Por fim, Pochettino analisou a situação de Sergio Ramos, que se recupera de lesão e ainda não estreou pela equipe: "Talvez a realidade de Sergio Ramos seja diferente do que a de 2014, ou as de Messi e Neymar. Esses jogadores são grandes campeões, mas têm que se acostumar com a realidade. Todos temos em mente que foram os melhores, mas precisam estar em seus níveis. Se recuperarem essa forma, é claro que podemos conquistar alguma coisa. Mas a luta parte em encontrar a melhor versão de cada um. A orquestra tem que estar afinada."

Líder do Campeonato Francês após nove rodadas, o Paris Saint-Germain volta a campo depois da Data Fifa, no dia 15 de outubro, às 16h00 (de Brasília). O time recebe o Angers no Parque dos Príncipes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade