6 eventos ao vivo

Desprestigiado por Tuchel, Cavani cogita deixar o Paris Saint-Germain

5 dez 2018
16h30
atualizado às 16h30
  • separator
  • 0
  • comentários

Os 100% de aproveitamento do Paris Saint-Germain no Campeonato Francês chegou ao fim no último domingo, quando, pela 15ª rodada, a equipe parisiense empatou com o Bordeaux por 2 a 2. Como virou rotina no time, Cavani deu lugar a Di María entre os onze iniciais, abrindo espaço para Mbappé atuar centralizado no comando de ataque. O centroavante uruguaio, entretanto, sequer entrou na partida.

Segundo o jornal francês L'Équipe, Cavani não gostou nada ter ficado os 90 minutos no banco de reservas. Os privilégios conferidos a Neymar e Mbappé, que têm sido titulares na maioria dos jogos da temporada, potencializaram ainda mais a irritação do camisa 9 com o treinador Thomas Tuchel.

A publicação ainda revela que Cavani, decepcionado pela maneira com que vem sendo tratado pelo clube que defende desde 2013, analisará seu futuro durante as próximas férias. O atacante uruguaio possui contrato com o PSG até junho de 2020.

Após a partida do último domingo, Tuchel disse que deixou o centroavante no banco por uma questão simples de descanso. Nesta temporada, Neymar disputou 17 partidas, Mbappé 15 e Cavani 14.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade