PUBLICIDADE

Ibrahimovic pode ser banido por três anos por ser coproprietário de site de apostas

Centroavante de 39 anos seria dono de 10% do site Bethard.com; código da Fifa proíbe que jogadores se envolvam em negócios do tipo

14 abr 2021
19h07 atualizado em 15/4/2021 às 00h12
0comentários
19h07 atualizado em 15/4/2021 às 00h12
Publicidade

O atacante Zlatan Ibrahimovic, do Milan, pode sofrer punições pesadas e ser banido do futebol por até três anos por ser dono de parte do site de apostas Bethard.com, segundo reportagem do jornal sueco Aftonbladet. O código de ética da Fifa não permite que atletas ou outras pessoas envolvidas com futebol tenham interesses financeiros em casas de apostas.

A reportagem explica que a empresa comandada pelo centroavante , a Zlatan Unknown AB, tem 10% de participação acionária na Gameday Group PCL, empresa que é a única dona da Bethard.com. Em 2020, o site de apostas teve lucro de 30 milhões de euros (R$ 203 milhões, na cotação atual). O diretor geral da empresa, Erik Skarp, confirmou a participação de Ibrahimovic ao Aftonbladet.

O banimento por até três anos é uma das punições previstas para atletas que violem as regras, além da aplicação de uma multa de 100 mil euros (R$ 677 mil). A punição poderia representar o fim da carreira de Ibrahimovic, que já tem 39 anos e estava em negociações para renovar com o Milan para a próxima temporada.

Na temporada atual, Ibrahimovic foi fundamental para o Milan realizar uma boa campanha - a equipe está na segunda colocação com 63 pontos, oito atrás da líder Inter de Milão. O atacante também voltou a aparecer na última convocação da seleção sueca, que em junho disputará a Eurocopa.

Em 2020, Daniel Sturridge, atacante com passagens por Chelsea e Liverpool, foi banido por quatro meses do futebol por fornecer informações privilegiadas ao irmão para que fizesse apostas sobre uma possível transferência do jogador para o Sevilla, que acabou não se concretizando.

Estadão
Publicidade
Publicidade