PUBLICIDADE

Jornal inglês aponta crise interna no Manchester United

5 jan 2022 09h38
| atualizado às 09h38
ver comentários
Publicidade

Nesta quarta-feira (05), o jornal Mirror, da Inglaterra, revelou uma possível crise vivida nos bastidores do Manchester United. De acordo com informações do tabloide, o treinador alemão Ralf Rangnick, recém-chegado ao clube, seria um dos responsáveis pela situação.

O diário também revelou que 11 jogadores do elenco querem deixar o clube por estarem desiludidos com o momento do United e com a metodologia de trabalho adotada pelo novo técnico. Vale ressaltar que Rangnick assumiu o comando dos Red Devils como interino, após a queda de Solskjaer, no final de novembro de 2021.

Com contrato de apenas seis meses, o treinador alemão já comandou a equipe inglesa em seis partidas. Foram três vitórias, dois empates e apenas uma derrota, que ocorreu na última rodada da Premier League, para o Wolverhampton em pleno Old Trafford, o que teria agravado a crise interna.

Ainda segundo o Mirror, Jesse Lingard, Donny van de Beek, Eric Bailly e Dean Henderson são alguns dos atletas insatisfeitos com Ralf, pois estariam esquecidos pelo comandante.

Com a derrota para o Wolverhampton, o Manchester United ficou estacionado na 7ª posição da tabela do Campeonato Inglês, com 31 pontos em 19 jogos disputados, dois a menos que o atual líder Manchester City.

Agora, os comandados de Ralf Rangnick voltam a campo na próxima segunda-feira (10), às 16h55 de Brasília, para enfrentar o Aston Villa, em casa, em duelo válido pela 3ª rodada da Copa da Inglaterra.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade