PUBLICIDADE

Entenda por que a saída de Cristiano Ronaldo do Manchester United não será fácil de ser concretizada

Craque português quer jogar a Champions League, que não terá a presença de seu atual time. Alto salário é um dos empecilhos para outros clubes contratá-lo

4 jul 2022 - 08h14
(atualizado às 12h17)
Ver comentários
Cristiano Ronaldo não tem espaço em diversos clubes que irão jogar na Champions League (Foto: ANTHONY DEVLIN / AFP)
Cristiano Ronaldo não tem espaço em diversos clubes que irão jogar na Champions League (Foto: ANTHONY DEVLIN / AFP)
Foto: Lance!

Cristiano Ronaldo comunicou seu desejo em sair do Manchester United no último sábado, de acordo com "The Times". O português tem o desejo de jogar na Champions League, mas os Red Devils não estarão na próxima edição da competição, já que terminaram em 6º lugar na última Premier League e, dessa forma, só terão direito a disputar a Liga Europa de 2022/2023.

Sendo assim, o atacante de 37 anos tem 32 opções para escolher, embora nem todos tenham condições para recebê-lo. A principal razão se refere às questões econômicas, mas o projeto esportivo de um clube também deve ser levado em conta.

Na Inglaterra, onde tem contrato com o United até 2023, Cristiano Ronaldo recebe cerca de 15 milhões de libras (R$ 96 milhões) por ano. Além do alto salário, um possível interessado ainda deve pagar um valor compensatório pela contratação do atacante. Prontamente, o aspecto econômico impede que clubes como Barcelona, Juventus, Milan, Inter de Milão e Porto abram uma negociação desse calibre.

Por conta disso, restam poucas alternativas para o craque.

BAYERN DE MUNIQUE

O clube alemão vem sendo cotado como um possível destino para Cristiano Ronaldo. A equipe, que conquistou a Champions League pela última vez em 2020, possui uma boa base. No entanto, a diretoria não deve fazer um grande esforço pelo português enquanto Robert Lewandowski estiver no elenco.

Os bávaros atuaram com ímpeto na janela de transferências pela contratação de Sadio Mané. Além do reforço e do centroavante artilheiro, ainda contam com Leroy Sané e estão focados na renovação contratual de Serge Gnabry.

Cristiano Ronaldo tem cinco títulos de Champions League na carreira (AFP)
Cristiano Ronaldo tem cinco títulos de Champions League na carreira (AFP)
Foto: Lance!

CHELSEA

Sob direção de novo proprietário, Todd Boehly, o Chelsea busca realizar uma contratação de impacto, e Cristiano Ronaldo poderia ser um nome viável para vestir a camisa dos Blues na próxima temporada. Por outro lado, o clube de Londres também é especulado, por exemplo, como um dos possíveis destinos para Neymar, o que criaria um dilema envolvendo uma "preferência" pelo brasileiro ou o português.

Dentro do elenco, com a saída de Lukaku para a Inter de Milão por empréstimo, o Chelsea permanece com um espaço vago no ataque. Além disso, jogadores como Pulisic e Ziyech podem ser negociados, o que, naturalmente, deve forçar uma movimentação da equipe de Thomas Tuchel no mercado.

Nesta segunda-feira, o "The Athletic" revelou que os londrinos cogitam a chegada de Cristiano Ronaldo nas próximas semanas. No mês passado, Todd Boehly se encontrou com Jorge Mendes, empresário do astro, e a possível transferência chegou a ser discutida.

PARIS SAINT-GERMAIN

O PSG já foi especulado como um dos possíveis destinos de Cristiano Ronaldo, anos atrás, na época em que o camisa 7 estava para sair da Juventus. Atualmente, o time conta com Mbappé, Neymar e Lionel Messi como protagonistas.

Após o fracasso na tentativa de conquistar a Champions League em 2021/2022, o PSG tem, gradativamente, mudado seu projeto esportivo. Na última semana, a imprensa internacional repercutiu uma informação de que Neymar não está mais nos planos do clube. No entanto, uma "oportunidade" de mercado como Cristiano Ronaldo poderia seduzir os sheiks.

Cristiano Ronaldo marcou 18 gols na última edição da Premier League (Foto: ANTHONY DEVLIN / AFP)
Cristiano Ronaldo marcou 18 gols na última edição da Premier League (Foto: ANTHONY DEVLIN / AFP)
Foto: Lance!

O FUTURO DE CRISTIANO RONALDO

Embora dinheiro não seja problema para alguns clubes, o perfil atual de Cristiano Ronaldo não encaixa no modelo de negócios de candidatos ao título da Champions League.

No futebol inglês, por exemplo, Manchester City e Liverpool nem cogitam a chegada do atacante. A equipe de Pep Guardiola acredita em Erling Haaland como grande nome do ataque por muitos anos. Já o time de Jurgen Klopp acertou a contratação de Darwin Núñez nas últimas semanas, além de ter renovado o contrato de Mo Salah e comprado Luis Díaz na janela de transferências de janeiro.

No Real Madrid, onde marcou 450 gols em 438 partidas e é o maior artilheiro da história da instituição, Ronaldo também não parece ter mais chances. Os merengues contam com o máximo protagonismo de Benzema, favorito à conquista da Bola de Ouro, e Vini Jr como figura em ascensão.

Lance!
Publicidade
Publicidade