PUBLICIDADE

West Ham consegue vitória e Liverpool perde invencibilidade no Inglês

7 nov 2021 15h50
| atualizado às 15h50
ver comentários
Publicidade

O West Ham conseguiu, neste domingo, pelo Campeonato Inglês, vitória por 3 a 2 diante do Liverpool. Além do gol conta de Alisson, os donos da casa contaram com Fornals e Zouma para aumentar a vantagem.

Com o resultado, o West Ham sobe para a terceira posição, agora com 23 pontos. O Liverpool, por sua vez, vem logo abaixo com 22 somados.

No próximo sábado, os dois times entram em campo para disputar a 12ª rodada. Às 12 horas (de Brasília), o West Ham visita o Wolverhampton. Mais tarde, às 14h30, o Liverpool recebe o Arsenal.

O jogo - A primeira etapa começou quente. Logo aos três minutos, Fornals cobrou escanteio e Alisson tenta cortar de soco, mas apenas raspou na bola e não impediu que o placar fosse aberto. O lance foi para a revisão por uma suposta falta no goleiro, mas o árbitro confirmou o tento.

Ogbonna teve uma partida difícil. Depois de quase deixar o jogo por uma lesão no combate com Salah, o zagueiro do West Ham trombou com Jota e teve seu rosto acertado pelo cotovelo do adversário. Sem condições de continuar, o atleta teve que deixar o campo para estancar o sangramento.

O Liverpool teve péssimo início, mas conseguiu se reerguer nos minutos finais. Aos 40, em cobrança ensaiada, Arnold rola para Salah, que só pisa na bola para o lateral cobrar com categoria no ângulo esquerdo de Fabianski e empatar o jogo.

O time de Anfield acordou no segundo tempo, mas não foi o necessário. Aos seis minutos, o time de Anfield quase vira o jogo. Arnold acha Robertson, que cruza de primeira para Mané. Sem deixar a bola cair, o ponta manda para o gol e contou com grande defesa do goleiro.

Aos 21, Bowen passou entre três marcadores e deu passe perfeito para Fornals, que entrou livre na entrada da área e chutou na saída de Alisson. Sete minutos depois, após cobrança de escanteio, Zouma e marca o terceiro do West Ham.

Aos 37, ainda deu tempo para o Liverpool marcar um. Alexander-Arnold foi desarmado por Zouma, mas a bola sobrou para Origi, que puxou a bola para o pé esquerdo e chutou cruzado. Fim de papo e da invencibilidade do time comandando por Klopp.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade