0

"Inacreditável", dizem jogadores do Liverpool após virada histórica

7 mai 2019
19h01
atualizado às 19h01
  • separator
  • comentários

O Liverpool fez o impossível nesta terça-feira e, sem Mohamed Salah e Roberto Firmino, goleou o Barcelona por 4 a 0 no tempo normal, revertendo o placar de 3 a 0 construído pelos catalães no primeiro encontro das semifinais da Liga dos Campeões. Após o apito final, a emoção tomou conta dos Reds, que mal conseguiram explicar o feito histórico alcançado em Anfield, na Inglaterra.

"Não sei o que falar! Foi um grande jogo de futebol e a gente só acreditou", disse Sadio Mané.

"Inacreditável. Depois do jogo na Espanha, falaram que a gente poderia ter tomado quatro. As pessoas de fora certamente duvidaram que a gente conseguiria. Falaram que não conseguiríamos, mas a gente mostrou que tudo é possível no futebol e ganhamos de 4 a 0", apontou Georginio Wijnaldum, que saiu do banco para fazer dois gols. "Eu precisava fazer alguma coisa quando entrasse em campo e acabei ajudando a equipe com dois gols. Mas foi uma grande performance de todos. Desde o começo sabíamos que poderíamos vencer", completou.

"É inacreditável. Poucas pessoas acreditaram em nós. Antes da partida, sabíamos que seria difícil, mas ainda tínhamos chance e acreditamos na virada. Somos capazes de conseguir coisas especiais e, neste Anfield, com essa torcida, com os rapazes, com certeza é uma noite muito especial", disse Jordan Henderson. "Queríamos começar fortes e conseguimos um gol cedo. Mas não foi só isso. Foi nossa atuação como um todo, pressionando eles o tempo inteiro. Fomos um time fantástico. Se você se doa 100%, joga no seu limite, mostra coração, você com certeza tem chances de conseguir as coisas", completou.

"Foi o time. Jogamos muito bem, lutamos até o fim e sabíamos que seria uma noite especial. É difícil descrever em palavras. Você pode sentir, você pode escutar. Inacreditável. Mostramos que temos uma boa mistura de talento e trabalho duro, e estamos na final", finalizou, Divock Origi, autor dos outros dois gols do time inglês na partida, a qual, sem dúvidas, entrou para história do futebol.

Na finalíssima, os comandados de Jurgen Klopp irão encarar o vencedor do confronto entre Ajax e Tottenham, que farão o jogo da volta nesta quarta-feira, a partir das 16h (no horário de Brasília). Na Amsterdam Arena, um empate classifica os holandeses, enquanto os ingleses tentarão reverter a derrota por 1 a 0 sofrida em Londres.

Vale lembrar que, neste ano, a maior decisão do futebol europeu será realizada no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, na Espanha. O grande campeão do velho continente será conhecido no próximo dia 1 de junho (sábado).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade