PUBLICIDADE

Dybala e Chiesa brilham, e Juventus goleia Zenit para manter os 100% na Champions

2 nov 2021 18h59
| atualizado às 18h59
ver comentários
Publicidade

A tarde desta terça-feira foi de quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Jogando em Turim, a Juventus recebeu o Zenit dos brasileiros Claudinho e Malcom e contou com bela atuação de Paulo Dybala e Chiesa para vencer por 4 a 2, seguindo com os 100% de aproveitamento na competição.

O primeiro gol da partida foi marcado por Dybala, logo aos 11 minutos de bola rolando na primeira etapa. Após cobrança de escanteio pela esquerda, o camisa 10 aproveitou bate-rebate na grande área para pegar bonito na bola e abrir o marcador.

O placar foi igualado aos 25 minutos. Bonucci tentava afastar cruzamento de cabeça mas acabou mandando contra o próprio gol. O goleiro Szczesny não teve chances de defesa.

O jogo ia empatando até segunda etapa, quando, aos 13, o juiz apontou pênalti para a Velha Senhora. Na cobrança, Dybala tirou muito e mandou para fora, porém, o árbitro viu invasão de jogadores do Zenit e orientou uma nova cobrança. Desta vez, o argentino não perdoou e anotou seu segundo.

O terceiro gol foi marcado por Chiesa, aos 28. O italiano deixou o zagueiro Lovren no chão com bela gingada e fuzilou para as redes. Para fechar a conta, aos 37, Dybala lançou Morata, que, no cara a cara, bateu por baixo, na saída do goleiro.

Os russos ainda diminuíram com Azmoun, aos 47, mas não havia tempo de mais nada.

Com a vitória, a Juve é primeira colocada do grupo H, com 12 pontos e 100% de aproveitamento até aqui. O Zenit ocupa a terceira posição, com apenas três pontos conquistados.

Pela próxima rodada, a equipe de Turim tem pela frente o atual campeão Chelsea, na Inglaterra, no dia 23 de novembro. No mesmo dia, o Zenit encara o Malmo, que ainda não pontuou, fora de casa.

Em outra partida desta terça, o Sevilla recebeu na Espanha o Lille e até saiu na frente, logo aos 15 minutos de jogo, mas sofreu a virada. Lucas Ocampos marcou para os donos da casa, enquanto Jonathan David, de pênalti, e Jonathan Ikoné construíram a virada. 2 a 1 foi o placar final.

Com a vitóira, o Lille é segundo colocado da chave G, com cinco pontos. O Sevilla é lanterna, com apenas 3.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade