0

Bayern de Munique bate RB Leipzig e faz dobradinha com título da Copa da Alemanha

A partida no estádio Olímpico de Berlim marcou a despedida do atacante francês Franck Ribéry, do meia-atacante holandês Arjen Robben e do lateral-direito brasileiro Rafinha

25 mai 2019
19h07
atualizado às 19h07
  • separator
  • comentários

Depois de três temporadas, o Bayern de Munique volta a fazer a dobradinha na Alemanha. Após conquistar o Campeonato Alemão no último final de semana - teve uma disputa até a última rodada com o Borussia Dortmund -, o clube da região da Baviera faturou neste sábado mais uma taça ao derrotar com autoridade o RB Leipzig por 3 a 0, no estádio Olímpico, em Berlim, e se tornar campeão da Copa da Alemanha pela 19.ª vez em sua história.

Em ascensão no país, o RB Leipzig disputou a decisão da Copa da Alemanha pela primeira em sua curta história - o clube que fica na antiga Alemanha Oriental foi fundado há apenas 10 anos, mas tem um grande suporte de uma multinacional austríaca. Mas neste sábado não mostrou força para superar o bom futebol do Bayern de Munique, que venceu com dois gols do centroavante polonês Robert Lewandowski e um do atacante Kingsley Coman.

A partida no estádio Olímpico de Berlim marcou a despedida do atacante francês Franck Ribéry, do meia-atacante holandês Arjen Robben e do lateral-direito brasileiro Rafinha do Bayern de Munique, já que os três jogadores não vão seguir na equipe para a próxima temporada. Do trio, apenas os dois primeiros tiveram a oportunidade de entrar em campo na final, após iniciarem a partida no banco de reservas.

Em campo, o Bayern de Munique começou tomando um susto, aos 10 minutos, quando o goleiro Manuel Neuer fez uma grande defesa em cabeceio de Poulsen, que ainda bateu no travessão. O RB Leipzig era melhor no jogo, mas o rival abriu o placar aos 28 após ótima jogada pela esquerda, que terminou no cruzamento de Alaba e o desvio certeiro de Lewandowski de cabeça.

Depois do gol, o Bayern de Munique retomou o controle do jogo e só voltou a ser ameaçado no início do segundo tempo, mas o time de Leipzig mais uma vez não conseguiu superar Neuer, que voltava após se recuperar de lesão muscular sofrida há mais de um mês.

Assim como na primeira etapa, aos poucos o Bayern de Munique melhorou e passou a ditar as ações ofensivas. Mas os gols só foram sair na parte final do jogo. Aos 32 minutos, Coman conseguiu um ótimo domínio da bola e abriu espaço para fazer o segundo. Pouco depois, Lewandowski ganhou na velocidade, saiu na cara do goleiro e tocou com categoria para fazer o terceiro e confirmar o título.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade