0

Apresentado no Bayern, Douglas Costa deixa no passado crítica de lenda do clube

Então presidente do clube, Uli Hoeness chamou atacante brasileiro de 'mercenário' quando ele saiu do time bávaro para a Juventus

13 out 2020
16h57
atualizado às 16h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Contratado na semana passada, Douglas Costa foi apresentado, nesta terça-feira, como reforço do Bayern de Munique. Jogador do time alemão de 2015 a 2018, o brasileiro teve de responder como se sentia ao retornar, após ter sido chamado por Uli Hoeness, lenda do Bayern e presidente do clube na ocasião, de mercenário na época em que foi negociado com a Juventus.

"Eu não vivo no passado. Esse assunto está acabado para mim. Quero dar o meu melhor e me envolver totalmente com o time e o clube e buscar meu espaço", disse Douglas Costa, antes de participar de treinamento com seus novos companheiros. "Tudo aqui é como eu conhecia. É um desafio estar aqui. Os treinos são muito intensos. Já sei muito do Bayern e fico feliz por voltar."

Douglas Costa foi apresentado para segunda passagem no Bayern de Munique ao lado do meia espanhol Marc Roca
Douglas Costa foi apresentado para segunda passagem no Bayern de Munique ao lado do meia espanhol Marc Roca
Foto: Twitter / FC Bayern / Estadão

Douglas Costa foi jogador do Bayern de 2015 a 2018, quando participou de 77 jogos, com a marcação de 14 gols. Nas duas últimas temporadas conviveu com uma série de lesões que o impediram de ter uma sequência de jogos.

O canhoto veio por empréstimo de um ano da Juventus, de Turim, e vem reforçar um time que já ganhou cinco títulos este ano, contando com a Liga dos Campeões. Além de Douglas Costa, a diretoria do Bayern anunciou também a contratação do atacante Choupo-Moting, do PSG, e do meia espanhol Marc Roca, junto ao Espanyol.

Veja também:

Newell’s Old Boys sonha com retorno de Messi
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade