PUBLICIDADE

Manchester United busca inspiração em Cristiano Ronaldo para eliminar o Atlético de Madrid

Após empate por 1 a 1 no jogo de ida, equipe inglesa confia no craque português para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões

15 mar 2022 05h10
| atualizado às 08h03
ver comentários
Publicidade

Manchester United e Atlético de Madrid se reencontram nesta terça-feira, em Old Trafford, após o empate no jogo de ida por 1 a 1 deixar totalmente aberta a disputa pela vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. Os dois times têm motivos para ficarem confiantes na classificação. A equipe de Diego Simeone emplaca ótimo momento no Campeonato Espanhol. O rival inglês espera mais uma atuação decisiva de Cristiano Ronaldo após o "hat-trick" do craque português no último fim de semana. A partida terá início às 17h.

Se no jogo de ida, Cristiano Ronaldo teve um reencontro indigesto na casa do antigo rival Atlético de Madrid, desta vez será o momento de Luis Suárez revisitar Old Trafford, onde atuou em algumas oportunidades quando defendia o Liverpool. O time espanhol venceu seus últimos quatro jogos no Campeonato Espanhol e conseguiu se firmar na quarta colocação, finalmente vivendo um momento estável em uma temporada de altos e baixos.

Pelo lado inglês, técnico alemão Ralf Rangnick disse não estar preocupado sobre a recuperação e espera que Cristiano Ronaldo esteja apto para atuar e, se possível, decidir contra o Atlético, assim como já fez em tantas outras oportunidades quando atuava pelo Real Madrid. O jogador se recuperou recentemente de uma pequena lesão no quadril e atuou durante quase todo o confronto contra o Tottenham no último sábado, quando marcou três gols. O treinador alemão alertou para dois erros cometidos no empate por 1 a 1 no jogo de ida que devem ser evitados nesta terça, pouca posse de bola e sair atrás no placar.

"Nós vimos no primeiro tempo em Madri o que não devemos fazer. Todos nós sabemos o que é preciso fazer taticamente, todo o resto é sobre energia. É muito importante não conceder o primeiro gol, ainda mais contra um time como o Atlético, que não se importa de jogar sem a bola. Nos últimos quatro ou cinco jogos, tivemos menos de 50% de posse de bola. Estamos cientes disso, mas seria definitivamente importante que nós marcássemos o primeiro gol", afirmou o treinador.

A briga por uma vaga na próxima Liga dos Campeões através do Inglês está muito disputada na reta final de campeonato e o treinador alemão foi questionado se seria mais fácil se garantir no torneio europeu ganhando a própria atual edição nesta temporada.

"Nós queremos tentar tudo que podemos para estarmos entre os oito melhores. Mesmo se fizermos isso, existem outros ótimos times na competição. No Campeonato Inglês, não podemos mais desperdiçar pontos", disse Rangnick, que deverá ter todo o elenco à disposição para o jogo.

O volante espanhol Marcos Llorente não escondeu a frustração pelo empate por 1 a 1 no jogo de ida, mas elogiou o desempenho na primeira partida e afirmou que o Atlético de Madrid está entusiasmado para a segunda metade do confronto.

"Fizemos um grande jogo. No final, ficamos um pouco frustrados porque empatamos, mas ao mesmo tempo também satisfeitos porque jogamos melhor e fizemos muito mais para ganhar do que o adversário. Penso que essa é a maneira correta de ver isso, de modo positivo. A equipe mostrou que pode competir com o United. Estamos muito entusiasmados com o segundo jogo", discursou Llorente.

AJAX x BENFICA

Ao fim desta terça-feira, restarão apenas duas vagas nas quartas de finais da Liga dos Campeões. Isso porque Ajax e Benfica também decidem quem avança em confronto que acontecerá na Johan Cruijff Arena, em Amsterdã, às 17h. No primeiro jogo, em Portugal, os times empataram por 2 a 2, com Sebatién Haller, vice-artilheiro da Liga dos Campeões (11 gols), marcando um gol a favor e um contra. Haller se tornou o primeiro jogador a marcar gols em todos os sete jogos iniciais na competição.

"Temos um grande desafio pela frente. Queremos chegar o mais longe possível e isso começa por conseguir vencer o Benfica", disse o treinador Erik ten Hag, do Ajax. No lado português do confronto, Nélson Veríssimo afirmou que enxerga uma disputa totalmente aberta, 50 a 50. "Temos que estar no mais alto nível para superar o difícil obstáculo que é o Ajax. Nós acreditamos que esta eliminatória é 50/50."

Estadão
Publicidade
Publicidade