1 evento ao vivo

Conmebol nega problemas estruturais nos gramados da Copa América

25 jun 2019
18h22
  • separator
  • 0
  • comentários

A situação dos gramados de alguns estádios brasileiros nesta Copa América tem sido centro de polêmicas depois dos jogos da primeira fase. A Seleção Argentina, por exemplo, fez duras críticas ao campo da Fonte Nova, em Salvador, e ao da Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Nesta terça-feira, a organização da Conmebol concedeu entrevista coletiva, no Rio de Janeiro, para falar sobre o assunto.

"A gente não vê problemas estruturais como apontaram. A cobertura de grama é ideal, tecnicamente falando. A gente considera os gramados adequados para os jogos do torneio. Vale lembrar que o torneio tem jogos em período curto de tempo", disse o Gerente Geral de Competição do Comitê Organizador Local, Thiago Jannuzzi.

Segundo ele, a Conmebol busca trabalhar com problemas específicos dos gramados. Jannuzzi falou ainda que as críticas são "generalistas".

"As reclamações que ouvimos são mais generalistas. O gramado está ruim, está mal. A gente tenta atacar pontos específicos para resolver. Temos especialistas trabalhando na competição. Eles estão desde o ano passado, inclusive atuando nos campos de treinamento oficial, e sabem como atuar de acordo com as necessidades", acrescentou.

Apesar disso, a organização da competição continuará trabalhando para melhorar a condição dos gramados.

"Vamos trabalhar nos gramados dia a dia, quer dizer, hora a hora, para trazer melhores condições para as seleções. A gente está fazendo isso em todos os gramados, em todas as sedes. Todos recebem atenção dos nossos especialistas", finalizou.

Um dos palcos criticados por jogadores e treinadores é a Arena do Grêmio, que recebe o próximo jogo da Seleção Brasileira. Os comandados de Tite entram em campo nesta quinta-feira, contra o Paraguai, às 21h30 (de Brasília).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade