0

Com dois de Di Maria, PSG despacha Dijon da Copa da França

26 fev 2019
19h03
atualizado às 19h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Na tarde desta terça-feira, o Paris Saint-Germain venceu o Dijon por 3 a 0 sem sustos, no Parque dos Príncipes pela Copa da França, e assegurou vaga na semifinal da competição. O próximo adversário será conhecido no duelo entre Vitré e Nantes. Os gols da partida foram marcados por Di Maria (duas vezes) e Meunier.

O argentino por sinal foi o grande destaque individual da partida. O jogador marcou um belo gol por cobertura, e no segundo teve sorte ao aproveitar a péssima rebatida do zagueiro adversário.

Durante a partida, o PSG não teve nenhum problema para vencer o Dijon, que até teve boas oportunidades. Quando apertava, o time da capital francesa mostrava a enorme diferença entre as duas equipes, e pressionava o rival.

Já no sábado, os comandados de Thomas Tuchel voltam aos gramados. Pelo Campeonato Francês, a equipe vai enfrentar o Caen, fora de casa, às 13h00 (horário de Brasília). O Dijon, por sua vez, medirá forças diante do Lille.

O jogo - Dominando a partida desde o começo, o Paris Saint-Germain quase abriu o placar aos quatro minutos. Choupo-Moting recebeu na entrada da área, mas parou no goleiro Runarsson, que fez bela defesa.

Sem se esforçar muito, o Paris abriu o placar quatro minutos depois. Di Maria recebeu belo passe pela esquerda de Draxler. Percebendo o goleiro do Dijon adiantado, o argentino deu um tapa nojento por cobertura, com extrema categoria, e colocando os donos da casa na frente.

Depois do gol, o PSG optou por rodar a bola e cadenciar a partida. Entretanto, a estratégia quase falhou, pois, os visitantes por pouco não empataram. Amalfitano teve boa oportunidade de cabeça, mas mandou por cima da meta defendida por Buffon.

Mesmo assim, o time da capital francesa era amplamente superior. Aos 28, Di Maria recebeu mais uma vez em profundidade pelo flanco esquerdo. Dessa vez, o argentino buscou o passe para Choupo-Moting. No entanto, o zagueiro cortou nos pés do meia, que finalizou praticamente com o gol vazio, e ampliou o marcador.

A equipe visitante não desistia, e até conseguia criar boas chances. Julio Tavares recebeu em boas condições de finalizar, mas acabou parando na trave. O time de Thomas Tuchel voltou a assustar em finalização de Leonardo Paredes. Foi o último ato do primeiro tempo, que terminou com vitória parcial dos donos da casa por 2 a 0.

Na etapa final, o Paris Saint-Germain tirou o pé e nem forçava o ritmo. Draxler teve tempo para arrumar e finalizar. Runarsson fez a defesa, e salvou o Dijon. Até que aos 32 minutos, veio o terceiro gol. Choupo-Moting deu passe para Meunier fechar a conta em 3 a 0.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade