0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Bayern empata com Ajax em jogo de seis gols e confirma liderança

12 dez 2018
20h13
atualizado às 20h19
  • separator
  • comentários

Seis gols, dois cartões vermelhos e requintes de drama. A última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões reservou um dos melhores jogos da competição até aqui. Precisando de um empate para garantir a liderança do Grupo E, o Bayern de Munique visitou o Ajax e, depois de estar à frente duas vezes, teve de se contentar com o empate por 3 a 3.

Apesar do empate, o Bayern tem o que comemorar. O clube da Alemanha confirmou a primeira posição do grupo, portanto, só pode enfrentar times que terminaram na segunda posição de seus grupos nas oitavas de final. Além disso, com dois gols no jogo, Robert Lewandowski se tornou o artilheiro isolado da Liga dos Campeões com oito gols marcados.

O empate tirou do Bayern a chance de terminar a fase de grupos da Liga dos Campeões com a melhor campanha. O melhor desempenho na fase foi do Porto, que fez 16 pontos no Grupo D, que tinha Schalke 04, Galatasaray e Lokomotiv Moscou.

Bayern abre o placar no início do primeiro tempo

Mesmo jogando fora de casa, o Bayern entrou em campo de olho na vitória, que garantiria a liderança do grupo, e não demorou para abrir o placar. Aos 10 minutos, Gnabry aproveitou falha da defesa, arrancou até a entrada da área e finalizou para a defesa de Onana. Já aos 11, o goleiro do Ajax nada pôde fazer quando Lewandowski recebeu de Gnabry e chutou no canto esquerdo para abrir o placar.

O gol sofrido obrigou o Ajax a se lançar mais ao ataque, mas, apesar da maior posse de bola do clube holandês, o Bayern era mais perigoso quando tinha a bola nos pés. Aos 26 minutos, Lewandowski recebeu cruzamento de Gnabry muito perto de Onana e tentou seu segundo gol no jogo, mas o goleiro fez grande defesa no cabeceio do polonês.

Precisando de um gol para empatar a partida, o Ajax abusou dos cruzamentos no final do primeiro tempo. A estratégia não deu certo, já que a defesa do Bayern, comandada pelo zagueiro Sule, levou a melhor em todas as bolas lançadas à área. A solidez defensiva do time visitante manteve o 1 a 0 no placar do primeiro tempo apesar da pressão da equipe local.

Ajax volta melhor do intervalo e vira

Depois de não ser eficiente com as bolas aéreas no final do primeiro tempo, o Ajax voltou do intervalo disposto a jogar de igual para igual com o Bayern e foi recompensado. Após 15 minutos de pressão, Mazraoui cruzou pela direita e encontrou Tadic livre na pequena área. O atacante só precisou completar para o fundo da rede.

O gol de empate aumentou a intensidade do Ajax na partida, mas a reação dos donos da casa sofreu um baque seis minutos depois do tento. Aos 21 minutos, Wober cometeu falta dura em Goretzka e acabou levando o cartão vermelho direto.

Com um jogador a menos, o Ajax recuou para suportar a forte pressão do Bayern, que tentava fazer valer a vantagem numérica. No entanto, o clube alemão ficou apenas sete minutos com um jogador a mais em campo. Aos 28 minutos, Muller fez falta dura em Tagliafico e também acabou expulso de campo.

A expulsão de Muller mudou novamente o panorama do jogo. O Ajax voltou a atacar como antes da expulsão de Wober e encontrou a chance de ouro para virar a partida. Aos 35 minutos, Dolberg foi derrubado por Boateng na área e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Tadic não economizou na força e chutou sem chances para Neuer.

Bayern consegue nova virada, mas sofre o empate mais uma vez

A liderança do Ajax no placar durou apenas quatro minutos. Aos 40 minutos da etapa final, Thiago Alcântara fez grande jogada individual, foi derrubado na área e o árbitro marcou mais um pênalti. Desta vez, Lewandowski, ao contrário de Tadic, cobrou com calma e categoria para empatar novamente a partida.

O empate já bastava para garantir a liderança ao Bayern, mas a equipe da Alemanha queria mais e conseguiu a virada. Aos 44 minutos, o francês Coman dominou na entrada da área e chutou forte para vencer o goleiro e virar o placar novamente.

Mas quem achou que o placar final seria 3 a 2 para o Bayern se enganou. Aos 48 minutos, após falha da defesa visitante, Tagliafico recebeu cruzamento na pequena área e completou para, desta vez, fechar o placar em Amsterdã.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade