0

Barcelona busca o tetracampeonato da Copa do Rei diante do Sevilla

20 abr 2018
20h03
atualizado em 21/4/2018 às 09h18
  • separator
  • 0
  • comentários

A grande decisão da Copa do Rei da Espanha acontece neste sábado, às 16h30(de Brasília), quando Sevilla e Barcelona se enfrentam no Estádio Wanda Metropolitano, em Madri, em um duelo cercado de expectativa. O Barça, que lidera com folga o Campeonato Espanhol, tem a chance de apagar um pouco a traumática eliminação para a Roma nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Algo que ainda incomoda muito. O adversário, que sequer está na zona de classificação para os torneios continentais, joga as fichas em dar uma alegria única a seus torcedores.

Atual tricampeão da Copa do Rei, o Barcelona é também o maior ganhador da história do torneio com 29 taças, cinco a mais que seu perseguidor mais direto, o Athletic Bilbao. Para se ter uma ideia da vantagem do Barça, o Real Madrid possui "apenas" 18 canecos. Na decisão passada, o Barcelona bateu o Alavés por 3 a 1.

O Sevilla, por sua vez, foi campeão cinco vezes, porém, a última foi em 2010, quando superou o Atlético de Madrid por 2 a 0. Os dois finalistas deste sábado se encontraram apenas uma vez em uma decisão. Foi em 2016 e o Barcelona ganhou por 2 a 0.

Ernesto Valverde, técnico do Barcelona, quer o título da competição para coroar uma boa temporada em competições nacionais.

"Vamos com o pensamento de conquistar este título, que considero fundamental para a nossa equipe. A Copa do Rei é muito importante, ainda mais porque estamos bem no Campeonato Espanhol e podemos fechar a temporada com os dois principais títulos nacionais", disse Valverde.

Vincenzo Montella, italiano que dirige o Sevilla, se mostra confiante em uma grande atuação de sua equipe.

"Tenho convicção de que vamos surpreender e brigar de igual para igual pelo título", disse Montella, que vai conseguir a vaga na Liga Europa se ganhar o título.
Caso a partida deste sábado termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis.
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade