0

Auxiliar do Chelsea é acusado por conduta imprópria após provocar Mourinho

22 out 2018
13h27
atualizado às 13h40
  • separator
  • comentários

A confusão entre o auxiliar de Maurizio Sarri, Marco Ianni, e o português José Mourinho no clássico entre Chelsea e Manchester United, no último sábado, não vai se limitar apenas as quatro linhas e será resolvida pela Federação Inglesa. Nesta segunda-feira, a entidade emitiu um comunicado informando que o funcionário italiano dos Blues está sendo acusado por conduta imprópria contra o Special One.

"O treinador auxiliar do Chelsea Marco Ianni foi acusado devido aos incidentes contra o Manchester United no sábado. Entende-se que o seu comportamento aos 96 minutos se traduz em conduta imprópria. Ainda em relação aos incidentes, José Mourinho foi formalmente relembrado das suas responsabilidades, pelo que ambos os clubes receberam lembretes oficiais idênticos em relação ao comportamento esperado por parte do seu staff e jogadores", diz.

De acordo com a publicação, Ianni tem até a próxima quinta-feira para apresentar sua defesa, enquanto Mourinho foi apenas advertido pela reação. Tudo isso porque, aos 50 minutos do segundo tempo, Barkley marcou o gol que deu o empate ao Chelsea contra os Red Devils em pleno Stamford Bridge e o auxiliar de Sarri se dirigiu ao banco de reservas do português proferindo palavras que irritaram o comandante adversário.

Assim que foi provocado, Mourinho partiu para cima do funcionário dos Blues e teve de ser contido por seguranças, enquanto Ianni foi direto para o vestiário. Após a partida, o português minimizou a confusão e confirmou que tudo havia sido acertado entre as partes.

"Eu não acho que ele (Marco Ianni) mereça mais do que já teve. Ele se desculpou e eu aceitei. Acho que ele merece uma segunda chance, não precisa ser demitido ou nada mais do que isso. Está tudo resolvido", disse o Special One.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade