9 eventos ao vivo

"Assuntos paralelos não são importantes para nós", afirma Bernardo Silva

13 jun 2018
09h03
atualizado às 09h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O Grupo B da Copa do Mundo tem tudo para ser o mais movimentado, pelo menos nos bastidores das Seleções da Espanha e de Portugal. Enquanto que os espanhóis demitiram o técnico Julen Lopetegui, os portugueses tiveram recentemente a rescisão de quatro jogadores do grupo com o Sporting, devido a crise dos Leões. Para Bernardo Silva, essa situação não deve ser levada em conta para o Mundial.

"Estamos todos concentrados na Seleção. Quando se joga uma Copa do Mundo, é normal que os jogadores estejam todos motivados. Esses assuntos paralelos não são assunto, pois os jogadores estão todos concentrados em fazer o seu trabalho e ajudar a equipe", ressaltou o meia do Manchester City.

Os problemas políticos do time do Sporting, um dos mais tradicionais do futebol português, se agravou no fim da última temporada, quando um grupo de torcedores invadiu o CT dos Leões. Com todos os problemas políticos, Rui Patrício, William Carvalho, Bruno Fernandes e Gelson Martins pediram rescisão de contrato mesmo ainda etsando no grupo da seleção portuguesa concentrada para a Copa do Mundo.

A Seleção de Portugal estreia no Mundial já nesta sexta-feira, às 15 horas, quando a equipe enfrenta a Espanha, duelo que pode ser decisivo para a primeira posição do Grupo B.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade