PUBLICIDADE

Para Fernando Santos, ter o melhor do mundo não resolve tudo

1 abr 2019 16h42
ver comentários
Publicidade

O técnico da seleção de Portugal, Fernando Santos, participa do Fórum da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), nesta segunda-feira, em Portimão. Quando abordado por jornalistas, ele falou sobre os impactos de ter um dos melhores jogadores do mundo na seleção.

"Ter os melhores é muito importante, fundamental, porque uma equipe só pode ganhar se estiver com os melhores, ou pelo menos alguns melhores, porque há uma parte do jogo que é feita pela criatividade, pela competência individual, não é só pela competência coletiva", explicou o treinador. "Agora, isso, por si só, não chega, não resolve tudo. Isto acrescenta qualidade, mas o jogo é o somatório das partes, não é um e o resto", completou.

Portugal e Argentina têm os dois jogadores que mais se destacam no futebol mundial, Cristiano Ronaldo e Messi, respectivamente, mas enfrentam muitas dificuldades para ganhar títulos com suas seleções. O técnico português salientou a importância das individualidades, mas destacou que elas não ganham partidas sozinhas.

"Temos o melhor do mundo e fomos campeões da Europa, mas a Argentina tem um dos melhores de sempre, que se chama Lionel Messi, e não ganha nada há muitos anos. Estamos mais perto de ganhar se tivermos o melhor ou os melhores, mas individualidades não ganham sozinhas", destacou Fernando Santos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade