1 evento ao vivo

No esquenta para a Copa América, pesquisa mostra hábitos das torcidas

12 jun 2019
19h46
atualizado às 19h46
  • separator
  • comentários

(Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta Press)

Em busca de entender melhor como os torcedores na América do Sul vivenciam sua paixão pelo futebol, a Mastercad, patrocinador da Copa América, em parceria com a Kantar, realizou uma pesquisa abrangendo os hábitos das torcidas na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru.

Confira os principais resultados por país:

No Brasil, os chefes das empresas podem receber muitos pedidos de dispensa por conta de uma partida importante de futebol. 42% dos entrevistados no país afirmam que é provável que ignorem o trabalho ou a escola para assistir a uma partida transmitida de seu time favorito. E se não faltarem ao trabalho, 74% deles provavelmente assistirão no escritório.

Os colombianos são os mais famintos. 74% deles afirmam usar o intervalo das partidas para pegar alimentos e bebidas para o segundo tempo, enquanto os entrevistados de outros países geralmente optam por usar o banheiro. Já 66% dos entrevistados preferem assistir as partidas com amigos em vez de com familiares, ou ainda sozinhos.

Pergunte a qualquer argentino e eles dirão que se importam mais com futebol do que com qualquer outra coisa. Na verdade, 6 em cada 10 dos entrevistados do país afirmam ser "fãs" de futebol. Mesmo quando não conseguem chegar pessoalmente ao jogo, 58% dos entrevistados estarão torcendo por seu time pela tela da televisão, e 49% até gritam com o árbitro.

Não é de se surpreender que, dos países pesquisados, os chilenos foram os que formaram a audiência mais significativa da Copa América anterior (77%). Afinal, eles são os atuais bicampeões! No entanto, você terá dificuldade para tirar do sofá os fãs chilenos do futebol, já que 95% dos entrevistados afirmam que assistem o futebol em suas próprias casas.

Quando o Peru vencer uma partida importante, você definitivamente ficará sabendo. Depois do jogo, os torcedores do país tendem a conversar com seus amigos sobre as melhores jogadas (46%), se gabar da vitória nas redes sociais (39%) e alguns até mesmo compartilham um selfie comemorativo (31%).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade