PUBLICIDADE

Campeão do mundo, alemão Phillip Lahm compara Lewandowski e Haaland

8 jan 2022 10h59
| atualizado às 10h59
ver comentários
Publicidade

Campeão do mundo com a Alemanha e ídolo do Bayern de Munique, o ex-jogador Phillip Lahm conhece bem o caminho para o título do Campeonato Alemão. Assim como na sua época de jogador, os bávaros seguem dominantes no cenário nacional em busca de mais um título da competição.

Agora longe dos gramados, Lahm analisou a disputa pelo título nesta temporada.

"Eu diria que estava muito disputada até o jogo entre Bayern e Dortmund. O Bayern ganhou e depois o Dortmund perdeu mais alguns pontos e abriu uma distância entre eles. Sabemos o quanto o Bayern é bom em manter a liderança, então, eles são os francos favoritos, mas isso só porque eles ganharam do Borussia Dortmund", disse em entrevista à Bundesliga.

O ex-atleta fez também uma comparação entre os dois maiores atacantes do torneio, Robert Lewandowski e Erling Haaland.

"É difícil comparar, eles são oponentes, mas não podemos esquecer que é um jogo coletivo, na verdade é Bayern contra Dortmund. Se você falar de chegar ao máximo do topo, então a referência deve ser Messi e Cristiano Ronaldo, eles fizeram coisas inimagináveis nos últimos 15 anos. Foram a referência para tudo durante este período e isso não pode ser esquecido. Robert Lewandowski trabalhou duro e fez seu caminho para chegar até o topo, ano após ano. Ele está lá há alguns anos e agora o Haaland está trilhando seu próprio caminho. Ele tem as qualidades necessárias e estou animado com a forma como ele se desenvolve. Podemos certamente chamar de 'Mestre' e 'Desafiante'", comparou.

"Haaland é dinâmico, atlético e ambicioso. Mas eu digo vendo de longe, já que não o conheço pessoalmente. Eu acho que ele é difícil de marcar em várias situações, ele é simplesmente um ótimo jogador. É rápido e um excelente finalizador, o que o torna muito difícil de ser marcado. É preciso ter boas qualidades defensivas e quando dois jogadores de qualidade se enfrentam, em geral o resultado depende do dia e de como as esquipes reagem a um jogador individualmente. É difícil definir uma situação onde alguém é fácil ou difícil de ser marcado", completou.

Outros destaques da Bundesliga

Questionado sobre outros destaques do campeonato, Lahm falou sobre alguns jogadores e ressaltou a temporada do Freiburg, terceiro colocado na tabela.

"No Bayern foi o Lucas Hernández, que teve uma boa temporada até agora e teve a sorte de não se lesionar tanto como no ano passado. É importante para ele jogar regularmente, pegar ritmo de jogo e acho que ele vem muito bem. Ele é um bom zagueiro central, robusto, rápido e um bom passador. Leroy Sané é outro jogador que eu destacaria. É ótimo como ele conseguiu dar a volta por cima após tantas críticas. Ele não é o mais velho, mas já adquiriu muita experiência e precisou superar alguns desafios quando as coisas não estavam dando certo após trocar de clube. Julian Nagelsmann fez um ótimo trabalho com Leroy Sané. Não é uma surpresa, mas é legal que ele tenha dado a volta por cima após uma temporada que não foi como o planejado", comentou.

"No lado do Dortmund, acho que o Jude Bellingham está tendo ótimos jogos. É um jogador dinâmico que joga com muita paixão e já mostra uma certa maturidade para a idade. Ele tem realmente me impressionado. Quer ganhar todos os jogos e sempre quer provar que merece um lugar no Borussia Dortmund. Deseja mostrar as qualidades que tem como um jogador dinâmico que consegue roubar bolas, passar. Ele confia muito em si mesmo para se envolver nos ataques da equipe e mesmo aos 19 anos, demonstra muita maturidade. Não sei de onde isso vem, mas é divertido de assistir", destacou.

"Taiwo Awoniyi é um jogador robusto e atlético que esse encaixa perfeitamente no estilo de jogo do Union Berlim. Ele tem uma ótima conexão em campo com o Max Krause e é legal de ver como eles se complementam. Dá a impressão de que ele está em casa na Bundesliga e especialmente no Union", declarou.

"Florian Wirtz, do Bayer Leverkusen, tem um grande potencial e muita qualidade, ele é tecnicamente muito forte. Também acho que ele tem uma certa maturidade e você vê como ele cria chances e como joga junto com os companheiros. Ele sabe onde ele pode e onde não pode se dar ao luxo de perder a bola, o que é muito importante quando se é jovem e um jogador técnico. É preciso saber onde pode driblar e onde não perder a bola de jeito nenhum. Isso faz ele se destacar, é talentoso por natureza e consegue avaliar bem o jogo. Ele não está mais jogando na categoria de base, mas está jogando futebol profissional", disse.

"O Freiburg também está tendo um ano espetacular. Eles conseguiram manter a continuidade da liderança do treinador com a equipe. Mudaram de estádio na primeira metade da temporada e estão fazendo um trabalho fantástico. Quando se fala de rebaixamento, eles não são citados mais. Se estabeleceram na Bundesliga e tenho a impressão que começam a olhar para o alto da tabela. É sempre bom e divertido assistir ao time do Christian Streich jogar", ressaltou.

Conselho para os jovens talentos

Phillip Lahm aproveitou para dar um conselho aos jovens jogadores e recordou o caso de Leroy Sané, que oscilou até engrenar no Bayern.

"O mais importante para os jogadores jovens é que eles joguem e ganhem experiência. Por um lado, o clube, o treinador e o time precisam aceitar que ele vai ter uma variação no nível de atuação, mas, às vezes, acho que tudo acontece muito rápido e os jogadores acabam trocando de clube. Querem dar o próximo passo, mesmo que não tenham tido ainda uma performance consistente, de forma contínua, no clube atual. Eu aconselharia os jovens a focar em jogar bem onde eles estão antes de dar um próximo passo, e então, ir para um clube diferente ou melhor", aconselhou.

"Vimos o Leroy Sané, que teve instabilidade depois de mudar de clube. Mas o treinador, a equipe e o clube precisam passar por esse processo se eles estão certos da qualidade do jogador. Eu aconselharia todos os jovens jogadores a ter, continuamente, boas performances no mais alto nível no time onde estão para darem o próximo passo com segurança", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade