0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Inter tem dois jogadores importantes do ataque pendurados para a final

Time enfrenta o Athletico-PR nesta quarta-feira, no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil

10 set 2019
17h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O Internacional disputa a final da Copa do Brasil diante do Athletico-PR com uma preocupação a mais: dois de seus atacantes estão pendurados com dois cartões amarelos para a primeira partida da decisão e, caso sejam punidos, ficarão fora do duelo de volta, na próxima semana, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Nico López e Rafael Sobis são os jogadores pendurados e sabem que não podem correr risco para não perder a decisão diante da própria torcida. O primeiro recebeu cartão amarelo diante do Paysandu, no jogo de volta das oitavas de final, e depois foi punido contra o Palmeiras, em Porto Alegre, pelas quartas de final.

Sobis, por sua vez, recebeu dois cartões nas fases mais decisivas da Copa do Brasil. Ele levou um amarelo também nas quartas de final, contra o Palmeiras, e depois na semifinal diante do Cruzeiro. Com isso, ficou pendurado e sabe que não pode vacilar. Apesar de ser considerado reserva no time do Inter, tem entrado para jogar com frequência.

A primeira partida da final da Copa do Brasil será nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada. Como o técnico Odair Hellmann poupou quase todos seus titulares no sábado, contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, a tendência é que tenha força máxima diante do Athletico-PR. O time provável é Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel (Zeca); Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, D'Alessandro e Nico López; Paolo Guerrero.

A expectativa é que o ataque do Inter funcione mais uma vez, por isso o treinador deve manter o trio ofensivo que começou jogando na vitória por 3 a 0 sobre o Cruzeiro, pela semifinal, com o experiente D'Alessandro, Nico Lópes e o peruano Guerrero, que solicitou dispensa para sua seleção para poder jogar a primeira partida da final.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade