0

Inglaterra libera presença de 10 mil torcedores em estádios

Competição voltará a receber público como medida de afrouxamento das restrições geradas pela pandemia

22 fev 2021
14h21
atualizado às 14h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Até 10 mil torcedores podem ser autorizados a voltar a frequentar estádios em jogos do Campeonato Inglês, na rodada final da competição na temporada 2020/2021, em maio, anunciou, nesta segunda-feira, 22, o governo local. Isso também permitiria a presença de torcedores em partidas da Eurocopa, em junho e julho, sendo que o estádio de

Entrada do estádio de Wembley
28/12/2018
Action Images via Reuters/Paul Childs
Entrada do estádio de Wembley 28/12/2018 Action Images via Reuters/Paul Childs
Foto: Reuters

havia sido escolhido para ser a sede das semifinais e da decisão.

 

O governo definiu 17 de maio como o primeiro dia para a implementação do nível 3 da restrição das atividades em função da pandemia do coronavírus. E ela prevê a reabertura das instalações esportivas aos espectadores, sendo que a temporada está prevista para acabar em 23 de maio.

Estádios com capacidade superior a 40 mil torcedores, o que inclui o do Manchester City, o líder do Campeonato Inglês, poderão receber até 10 mil pessoas. Já nas arenas menores, a capacidade será reduzida para um quarto dos assentos originalmente disponíveis.

O governo disse que também deseja realizar testes para avaliar como os eventos esportivos podem ocorrer no futuro sem qualquer medida de distanciamento social, usando alguns métodos como a realização de exames no público. Podem ser incluídas na relação as finais da Copa da Inglaterra, em 15 de maio, e da Copa da Liga Inglesa, em 25 de abril.

Até 2 mil torcedores tiveram permissão para voltar a alguns estádios em toda a Inglaterra em dezembro, mas a medida durou pouco, porque, ainda em 2020, as restrições foram ampliadas devido à disseminação de novas variantes da covid-19.

Nos demais países que contam com as principais ligas nacionais da Europa, incluindo França, Alemanha, Itália e Espanha, ainda não foram anunciados planos para o retorno do público aos estádios.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade