2 eventos ao vivo

Imprensa inglesa exalta seleção após queda para a Croácia: 'Orgulho'

Campanha na Rússia foi a melhor da Inglaterra desde a Copa de 1990

12 jul 2018
08h38
atualizado às 08h39
  • separator
  • comentários

A exigente imprensa inglesa reconheceu a grande campanha da seleção do país na Copa do Mundo da Rússia. Ao invés das costumeiras críticas, os principais jornais do país estamparam em suas capas homenagens aos comandados de Gareth Southgate, derrotados por 2 a 1 pela Croácia na quarta-feira, nas semifinais da competição.

Alguns dos principais veículos do país foram taxativos ao tratar o "orgulho" pela campanha da seleção. O Daily Mirror escreveu: "Heróis, vocês nos deixaram orgulhosos" e estampou fotos dos jogadores desolados após a derrota. Algo semelhante ao The Daily Telegraph, que mostrou uma foto de Southgate consolando os atletas e a manchete: "Orgulho de leões".

Na Rússia, a Inglaterra acabou com um jejum de 28 anos sem chegar a uma semifinal da Copa - a última havia sido em 1990, na Itália, quando também foi eliminada. Mais do que isso, a seleção reacendeu a relação com a torcida local, que tomou as ruas e fez festa a cada nova vitória do país.

O Daily Mail trouxe esse sentimento em sua capa ao estampar Southgate consolando Harry Kane, artilheiro da Copa até o momento, com a manchete: "Sim, tudo acabou em lágrimas. Mas vocês nos trouxeram orgulho e reuniram toda a nação". O Daily Express mostrou o técnico e os jogadores agradecendo a torcida no estádio após a derrota: "Vivemos o sonho... Obrigado, Inglaterra".

Até o normalmente jocoso The Sun mostrou-se satisfeito com a campanha inglesa, ainda que de forma mais bem humorada. Em sua capa, utilizou o bordão "está voltando para casa" usado pela torcida ao longo da Capa e, com uma foto de Southgate consolando o zagueiro Maguire, escreveu: "Eles estão voltando para casa... Mas todos são heróis".

Antes de realmente voltarem para casa, no entanto, os ingleses lutarão pela terceira colocação da Copa no sábado, contra a Bélgica, em São Petersburgo. Se vencerem o confronto, registrarão seu melhor resultado em Mundiais desde o título de 1966, o único de sua história.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade