0

Há quatro rodadas sem vitória, Palmeiras tenta encerrar pior série desde 2015

Equipe amarga sequência negativa no Campeonato Brasileiro depois da parada para a Copa América

9 ago 2019
04h41
atualizado às 04h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O Palmeiras tem no domingo, contra o Bahia, no Allianz Parque, a oportunidade de encerrar uma série negativa no Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Luiz Felipe Scolari joga dentro de casa com a sequência de quatro partidas sem vencer, marca que não o clube não tinha há quatro anos e responsável por causar a perda da liderança da competição.

Após abrir cinco pontos de vantagem para o Santos, o Palmeiras agora é o segundo lugar, quatro pontos atrás do clube da Vila Belmiro. A diferença impossibilita, inclusive, o atual campeão de recuperar o posto já nesta rodada. Os tropeços nas últimas rodadas tiveram início após a parada da Copa América, com empates contra São Paulo, Vasco e Corinthians, mais a derrota para o Ceará.

O clube alviverde não passava tantos jogos seguidos sem vencer pelo Campeonato Brasileiro desde o fim de 2015. Naquela ocasião foram seis rodadas de jejum. O time dirigido pelo técnico Marcelo Oliveira priorizava a Copa do Brasil e acumulou derrotas seguidas para Sport, Santos e Vasco. Depois, empatou com Athletico-PR e Cruzeiro, para depois perder mais um jogo, para o Coritiba. A sequência terminou com uma vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, na rodada final.

O confronto com o Bahia também apresenta uma importância estratégica para o clube nesta temporada. A partida antecede a sequência de três confrontos contra o Grêmio, com um compromisso pelo Brasileiro e mais duas partidas pelas quartas de final da Copa Libertadores. Dois desses jogos serão em Porto Alegre e o último deles está marcado para o Pacaembu.

O Palmeiras vendeu 27 mil ingressos antecipados para a partida com o Bahia. O jogo pode marcar a reestreia do zagueiro Vitor Hugo, contratado pelo clube depois de dois anos na Fiorentina. O defensor está cotado para começar a partida na vaga de Gómez, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem também pode jogar é o atacante Luiz Adriano, recém-contratado pela diretoria.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade