0

Guarani para na trave e não sai do zero contra o Criciúma

30 set 2017
21h10
atualizado às 21h43
  • separator
  • comentários

Depois de seis jogos sem vencer, a situação do Guarani segue complicada na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Bugre recebeu o Criciúma e esteve muito perto de vencer, mas parou na trave. Em um jogo muito movimentado e recheado de oportunidades, o gol acabou não saindo para nenhum dos lados e o resultado final foi o zero a zero.

Outro fato determinante para a qualidade baixa do futebol apresentado foi o gramado. As constantes chuvas em Campinas deixaram o campo em condições difíceis de jogo e os dois times foram obrigados a abusar das ligações diretas. Mesmo assim, emoção não faltou e qualquer time poderia ter saído com os três pontos.

O primeiro tempo começou com muita intensidade do time da casa e três oportunidades claras criadas em menos de dez minutos, assustando o goleiro Luiz. As poças de água formadas por conta da chuva dificultavam um jogo muito pensado e as ligações diretas começaram a ser a principal arma das equipes. A primeira oportunidade do Criciúma aconteceu aos 15 minutos. Emerson Borges cabeceou sozinho para fora, mas o lance já havia sido parado e o impedimento assinalado.

A movimentação foi a tônica dos 45 minutos iniciais. Aos 33 minutos, o Bugre chegou novamente pelo alto e Eliandro teve a cabeçada defendida por Luiz. Dois minutos depois o mandante criou mais uma oportunidade, a última do primeiro tempo. Novamente a bola sobrou para Eliandro, que tentou driblar o goleiro adversário e a bola cabaou escapando do seu domínio.

A segunda etapa começou como terminou a primeira, com chances de gol. Logo no primeiro minuto, o Criciúma chegou com perigo, mas Lucão acabou perdendo o tempo da bola e desperdiçou. Em seguida, Eliandro perdeu mais uma oportunidade. A indecisão fez o jogador adiantar demais e perdeu sua terceira chance. Aos 12, Giaretta pegou a sobra da bicicleta errada de Nino e acabou arrematando por cima do gol.

Quando eram jogados 18 minutos do segundo tempo o Guarani esteve mais perto de abrir o placar. Lenon cruzou e Ewerton Páscoa finalizou na trave do goleiro Luiz, que apenas ficou olhando. O rendimento não caiu com o decorrer do jogo e as chances continuaram para os dois time. Aos 31 Betinho arrematou para fora pelo Bugre e dois minutos depois.

Precisando da vitória, o Guarani seguiu em busca do gol que desse a vitória e o travessão impediu novamente os três pontos. Aos 43 Luiz foi obrigado a fazer uma grande defesa na cabeçada de Caíque e dois minutos depois o poste salvou o Criciúma. Paulinho cobrou falta direta e parou na trave.

Na próxima partida, o Guarani tenta se recuperar dos dois pontos perdidos em casa diante do Oeste, na Arena Barueri. Do outro lado, o Criciúma tenta encostar nos primeiros colocados atuando contra o Londrina em Santa Catarina.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 x 0 CRICIÚMA

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)

Data: 30 de setembro de 2017, sábado

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT)

Assistentes: Marcelo Grando (MT) e Adilson Rodrigo dos Santos (MT)

Cartões amarelos: Sem cartões

GUARANI: Vagner; Lenon, Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Kevin; Baraka e Evandro; Denner (Betinho), Bruno Nazário (Caique) e Paulinho; Eliandro (Serafim)

Técnico: Marcelo Cabo

CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva, Nino, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Douglas Moreira (Moisés) e Ricardinho (Jonatan Lima); Caique (Jocinei), Silvinho e Lucão

Técnico: Beto Campos

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade