0

Grêmio poupa titulares e aposta em Marinho e Douglas ante a Chapecoense

Por conta de duas partidas seguidas com o Flamengo, técnico Renato Gaúcho opta por elenco alternativo em Chapecó

29 jul 2018
14h02
atualizado às 14h02
  • separator
  • 0
  • comentários

De olho no confronto contra o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Grêmio terá reservas diante da Chapecoense neste domingo, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Renato Gaúcho indicou que vai poupar todos os titulares no duelo.

A escalação de um time inteiro formado por reservas se explica pela sequência de partidas decisivas que o Grêmio tem pela frente. O Flamengo está no caminho dos gremistas em duas partidas seguidas. A primeira na próxima quarta-feira e a segunda três dias depois, no sábado, em duelo pelo Brasileirão - ambas serão em Porto Alegre. O time gaúcho ainda enfrenta o Estudiantes, da Argentina, no dia 7, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

"Para as outras equipes a mesma coisa. É mata-mata, 180 minutos, ou prossegue ou sai. São muitos jogos, é difícil. Quero muito ser campeão. Vamos estar nas três competições, vai indo, arrebenta todo mundo. Tentamos administrar de todas as formas. Vamos ver o que vai acontecer, o Grêmio está ligado nas três competições. Mas é impossível colocar a mesma equipe", justificou Renato Gaúcho.

O treinador foi criticado na temporada passada por preservar atletas importantes em algumas partidas do torneio de pontos corridos, dando prioridade à Libertadores. Nesta temporada, a equipe tricolor também briga pelo título. No momento, os comandados de Renato Gaúcho estão na quarta posição, com 26 pontos, próximos de Atlético-MG, São Paulo e Flamengo.

Marcelo Grohe, Pedro Geromel, Maicon, Luan e Everton nem viajaram a Chapecó e serão preservados. Sabendo que também não jogariam, Cícero, Ramiro e Kannemann forçaram o terceiro cartão amarelo na última partida contra o São Paulo. Léo Moura e Bruno Cortez, com problemas musculares, completam a lista. Jael, que vem jogando pouco, mas foi titular diante do São Paulo, pode atuar. Ele disputa posição com Hernane no comando de ataque.

A ausência dos titulares permite a jogadores pouco utilizados mostrarem seu valor. Casos dos jovens Thaciano e Thonny Anderson, além do centroavante Hernane, reforço que sofreu com algumas lesões e pouco jogou. O lateral-esquerdo Juninho Capixaba, recém-contratado junto ao Corinthians, deve fazer sua estreia, e Marinho, outro reforço que chegou recentemente, será titular pela primeira vez.

O veterano Douglas, outro que ainda não esteve entre os 11 iniciais nesta temporada, já que voltou aos gramados há pouco tempo, depois de se recuperar de graves lesões no joelho, tem a missão de liderar os jovens no duelo e ser o maestro que a torcida se acostumou a ver.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade