3 eventos ao vivo

Fulham troca de técnico e contrata Claudio Ranieri, campeão no Leicester em 2016

Time de Londres investiu pesado para fazer bom papel após voltar da segunda divisão, mas está na última colocação

14 nov 2018
10h56
  • separator
  • comentários

Pouco mais de dois anos depois de levar o Leicester City a uma histórica, surpreendente e inédita conquista do Campeonato Inglês, o técnico italiano Claudio Ranieri está de volta à Inglaterra. Nesta quarta-feira, ele foi contratado para comandar o Fulham, último colocado da atual temporada, que demitiu o sérvio Slavisa Jokanovic.

O treinador italiano de 67 anos estava sem clube desde que deixou o Nantes, da França, no final da temporada passada. Ele volta ao futebol inglês um ano e meio depois de ter deixado o Leicester City. "É uma honra aceitar este convite e a oportunidade de liderar o Fulham, um clube fantástico, de tradição história", disse. "O objetivo da equipe nunca podia ser sobreviver apenas na Premier League", completou.

O Fulham está neste momento em 20.º e último lugar na tabela de classificação com apenas cinco pontos. Durante o comando de Slavisa Jokanovic, a equipe perdeu nove jogos, empatou dois e apenas venceu um. Muito pouco para quem teve um investimento de 109 milhões de euros (mais de R$ 466 milhões) ao contratar nomes como o atacante alemão André Schürrle, campeão da Copa do Mundo de 2014.

"Fazer uma mudança sem ter a resposta certa para uma sucessão não era opção. Por isso, ter uma pessoa do calibre do Claudio (Ranieri) a aceitar o nosso desafio foi reconfortante e, sobretudo, essencial", justificou Shakid Khan, proprietário do Fulham.

Na sua longa carreira como treinador, Ranieri tem apenas um título nacional - justamente a do Campeonato Inglês com o Leicester City - mas já ganhou outros torneios nacionais como a Copa da Itália (duas vezes), a Copa do Rei e a Supercopa Italiana. Outros clubes que dirigiu foram Napoli, Fiorentina, Valencia, Atlético de Madrid, Chelsea, Parma, Juventus, Roma, Internazionale e Monaco.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade