0

Fred marca três, Cruzeiro derrota América e se aproxima da final do Mineiro

Times voltam a se enfrentar no próximo sábado, no Mineirão; por ter melhor campanha, time celeste pode perder por até um gol

31 mar 2019
18h48
  • separator
  • 0
  • comentários

A "lei do ex" é infalível. Revelado na base do América-MG, o artilheiro Fred marcou três gols na vitória do Cruzeiro, por 3 a 2, no Independência, neste domingo, pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Mineiro.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo sábado, às 19 horas, no Mineirão. Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Cruzeiro pode perder até por um gol de diferença. O América precisa vencer por pelo menos dois de vantagem para avançar à final. Na outra semifinal, Atlético-MG e Boa ficaram no 0 a 0, no sábado.

Antes do jogo de volta da semifinal, o Cruzeiro entra em campo na quarta-feira, diante do Emelec, no Equador, pela terceira rodada do Grupo B da Copa Libertadores.

O JOGO

Mesmo jogando fora de casa, o Cruzeiro assustou o América logo aos quatro minutos. Marquinhos Gabriel recebeu passe preciso de Robinho e, na hora de marcar, foi travado por Diego Jussani. A resposta do adversário veio em finalização de Christian por cima do travessão.

Aos 18 minutos, o Cruzeiro abriu o placar. Egídio recebeu de Rafinha na linha de fundo e cruzou na cabeça de Fred, que completou para o gol aberto. O time adversário sentiu e não conseguia levar perigo ao goleiro Fábio, irritando a torcida presente no Independência.

O Cruzeiro controlou a bola até o fim do primeiro tempo, enquanto os jogadores do América foram para o vestiário debaixo de vaias e gritos de "raça".

A situação do América ficou mais complicada aos seis minutos. Zé Ricardo prendeu muito a bola e foi desarmado por Robinho, que invadiu a área e cruzou rasteiro para Fred completar de carrinho. O árbitro consultou o VAR antes de validar o segundo gol do Cruzeiro.

O América diminuiu seis minutos depois. João Paulo cobrou escanteio e o zagueiro Diego Jussani foi no segundo andar para cabecear no ângulo de Fábio. Aos 16, João Paulo quase deixou tudo igual em cobrança de falta. A bola passou raspando a trave.

No entanto, Fred estava em uma tarde inspirada e fez seu terceiro. Marquinhos Gabriel recebeu longo lançamento nas costas da defesa e cruzou rasteiro para o camisa 9 só tirar de Fernando Leal. O América voltou a diminuir em um lance de bola aérea. João Paulo cobrou falta e Jonatas Belusso desviou de cabeça aos 38.

Nos minutos finais, o América ainda esboçou uma pressão em busca do empate e teve a última oportunidade aos 45. Jonatas Belusso recebeu de Egídio e finalizou por cima do travessão.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade