0

Fred lamenta fase 'difícil' e Henrique pede empenho após 500º jogo pelo Cruzeiro

'Ter humildade no jogo e concentrar ao máximo para tentar fazer o gol', diz o atacante após empate sem gols contra o Ceará

25 set 2019
23h23
atualizado às 23h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O Cruzeiro finalmente conseguiu somar um ponto após amargar uma sequência de três derrotas, mas aumentou o jejum de vitórias para quatro partidas ao empatar sem gols com o Ceará, na noite desta quarta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na saída do gramado, o veterano atacante Fred deu o tom do desânimo mineiro.

"Tem fase que a gente precisa entendê-la. Ter humildade no jogo e concentrar ao máximo para tentar fazer o gol. Até fizemos, mas foi anulado. Tivemos muita oportunidades, mas depois eles igualaram. Está difícil", analisou o jogador.

O volante Henrique, que completou 500 jogos com a camisa do Cruzeiro, foi na mesma linha do seu companheiro de equipe, apesar de ter mantido a esperança em uma reação do time na continuidade da competição. Ele chegou ao clube mineiro em 2008, saiu em 2011 e 2012, mas voltou em 2013 e acumula dez títulos com a camisa celeste.

"Continuarei lutando para tirar o Cruzeiro desta situação desconfortável. Tivemos tudo para vencer, principalmente no primeiro tempo. Depois, no segundo tempo, a equipe deu uma baixada no ritmo e o Ceará cresceu. Erramos mais do que o normal. A luta continua e não podemos esmorecer. Temos que trabalhar para reverter esta situação", disse Henrique.

Com três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos, o Cruzeiro deixou provisoriamente a zona do rebaixamento do Brasileirão, mas segue em situação complicada, na 16ª posição, com 19 pontos. E CSA, com a mesma pontuação, Fluminense, com 18, e Avaí, com 16, jogam nesta quinta-feira no complemento desta 21ª rodada e têm chances de ultrapassar os cruzeirenses na tabela.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade