PUBLICIDADE

Corinthians quer voltar a usar fator casa e presença da torcida para vencer Athletico-PR

Equipe vem de derrota para o Ceará, no Castelão, mas ganhou seus últimos sete jogos na Neo Química Arena e deve ter retorno de Renato Augusto ao time titular

28 nov 2021 05h11
| atualizado em 29/11/2021 às 08h46
ver comentários
Publicidade

O Corinthians tem repetido um roteiro no Campeonato Brasileiro nos últimos meses: vitória quando joga na Neo Química Arena e empate ou derrota quando atua fora de casa. A equipe perdeu para o Ceará por 2 a 1, no Castelão, na última rodada, e agora volta à Neo Química Arena para enfrentar o Athletico-PR, neste domingo, às 16h, e seguir no G-4.

Diante do time cearense, o Corinthians saiu atrás no placar após nova falha de Cássio, que vem acumulando erros ao longo da competição. O goleiro recebeu apoio do técnico Sylvinho depois da partida.

"Cássio, assim como demais atletas de nível e experientes, são atletas acostumados com o clube, com as pressões, com as críticas e grandes elogios que já houve. Faz parte (a falha). Os atletas, principalmente os mais experientes, lidam com isso de forma tranquila", disse.

O Corinthians empatou no segundo tempo em boa jogada de Róger Guedes, mas sofreu o segundo gol após cabeçada do ex-corintiano Yony González. A boa notícia para o jogo deste domingo é o provável retorno do meia Renato Augusto para a escalação inicial. O jogador, um dos principais destaques do time, só entrou no segundo tempo contra o Ceará. Fábio Santos e Lucas Piton disputam a vaga na lateral-esquerda.

O Corinthians vem de sete vitórias seguidas em casa, com média de gols marcados superior a dois por jogo, e aposta na força como mandante para encerrar o Brasileirão entre os quatro primeiros. A expectativa é de casa cheia.

A equipe ainda enfrenta o Grêmio, também na Neo Química Arena, antes de visitar o Juventude, em Caxias do Sul, na última rodada. A briga pela quarta posição na tabela está apertada. O Corinthians está em 4º, com 53 pontos, seguido por Red Bull Bragantino e Fortaleza, ambos com 52, além do Fluminense, com 51, e Ceará, com 49.

Campeão da Sul-Americana, o Athletico-PR está mais focado na final da Copa do Brasil, em dezembro, contra o Atlético-MG, do que no Brasileirão. A equipe está na 13ª posição, com 42 pontos, e vem de um empate em 0 a 0 com o São Paulo, no Morumbi. Uma vitória nos próximos jogos pode acabar matematicamente com as já pequenas chances de rebaixamento.

Para a partida, o time paranaense deve ter uma mudança na escalação. O técnico Alberto Valentim não contará com o centroavante Renato Kayzer, que teve uma lesão no ligamento do tornozelo esquerdo, após entrada dura do lateral Reinaldo, do São Paulo. Pedro Rocha deve ser o substituto.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X ATHLETICO-PR

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Piton (Fábio Santos); Gabriel, Gabriel Pereira, Du Queiroz, Renato Augusto e Róger Guedes; Jô. Técnico: Sylvinho.

ATHLETICO-PR - Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini e Abner; Nikão, Terans e Pedro Rocha. Técnico: Alberto Valentim.

ÁRBITRO - Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG)

HORÁRIO - 16h.

LOCAL - Neo Química Arena.

TV - Globo e Premiere FC.

Estadão
Publicidade
Publicidade