0

Fortaleza estreia na elite nacional em jogo para medir o nível do elenco

Time de Rogério Ceni encara, logo de cara, o Palmeiras, atual campeão do Campeonato Brasileiro

28 abr 2019
15h02
atualizado às 15h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O atual campeão da Série B, o Fortaleza, retorna à elite nacional neste domingo e terá logo na estreia um teste pesado para medir o nível do elenco. O time do técnico Rogério Ceni encara logo na primeira rodada um dos confrontos mais difíceis da competição, ao enfrentar em São Paulo, no Allianz Parque, o campeão brasileiro da última temporada, o Palmeiras, a partir das 19 horas.

Há 11 jogos invicto, o Fortaleza volta a disputar a elite do Brasileiro depois de 13 anos. O grande objetivo é não fazer feio e conseguir se manter na Série A para 2020. A presença entre os grandes é um sonho, pois ainda em 2017 o clube ainda estava na Série C e no ano passado comemorou o centenário com a inédita e inesperada taça da Série B.

O Fortaleza celebrou nos últimos dias ter garantido a permanência do treinador. Depois de ganhar o Campeonato Cearense, Rogério Ceni recebeu sondagens do Atlético-MG. O ex-goleiro, porém, descartou a oportunidade e preferiu cumprir contrato com o clube. O técnico se sente à vontade no cargo, conseguiu promover mudanças na estrutura do Fortaleza e participou ativamente da montagem do elenco.

O desafio de Ceni e seus comandados é ter um início positivo no Brasileiro. Além do jogo no Allianz Parque, o Fortaleza terá nas nove primeiras rodadas da competição, antes da parada para a Copa América, encontros contra outros favoritos ao título. Fora o próprio Palmeiras, a equipe terá de enfrentar Cruzeiro, Grêmio, Flamengo e o São Paulo.

Para estrear bem logo diante do atual campeão, o Fortaleza prega coragem. "A gente tem que ser inteligente e não ter medo de jogar. Então, independente do adversário, não podemos mudar nosso estilo, que é o de segurar a posse bola, como o Ceni vem pedindo. Assim, teremos condições de igualar o esquema do adversário", afirmou o volante Paulo Roberto.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade