PUBLICIDADE

Flamengo abraça ideia de Mundial de Clubes no Rio

Prefeito quer trazer torneio para cidade, depois da desistência do Japão em sediá-lo

22 set 2021 09h50
| atualizado às 10h13
ver comentários
Publicidade

Se depender do Flamengo, o Mundial de Clubes deste ano pode perfeitamente ser realizado no Rio, como quer o prefeito Eduardo Paes. O assunto ganhou dimensão depois que o político sinalizou que gostaria de sediar o evento, a partir da recente desistência do Japão, em razão da pandemia da covid-19. A Fifa está procurando um novo local para a disputa.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), está empenhado em trazer o Mundial de Clubes deste ano para a cidade
O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), está empenhado em trazer o Mundial de Clubes deste ano para a cidade
Foto: Divulgação / Estadão Conteúdo

No Rubro-Negro, a possibilidade de disputar o Mundial diante de sua torcida agrada a todos. Mas o tema é tratado no clube com cautela, até porque o Flamengo tem dois jogos pela frente contra Barcelona de Guayaquil na semifinal da Libertadores, antes de se dedicar à decisão, enfrentando em jogo único Palmeiras ou Atlético-MG.

O Terra conversou com dois diretores do Flamengo que se mostraram entusiasmados com a iniciativa de Eduardo Paes. Projetam uma grande festa no Rio caso o clube conquiste a Libertadores e o Mundial fique com a cidade.

Além disso, há o aspecto técnico e físico para um eventual embate entre Flamengo e Chelsea, o vencedor da Champions League. Com o Mundial no Rio, não haveria o desgaste do deslocamento dos cariocas para outro país, o que também os poderia livrar de uma adaptação ao fuso horário. O problema passaria a ser somente dos visitantes.

 

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade