1 evento ao vivo

Figueirense empata com Tubarão e vê Chape encostar

4 mar 2018
21h03
atualizado às 21h03
  • separator
  • comentários

Encerrando a 11ª rodada do Campeonato Catarinense, o Figueirense recebeu o Tubarão no Orlando Scarpelli e não conseguiu sair do 0 a 0. O time do técnico Milton Cruz foi melhor e pressionou o adversário durante a maior parte do jogo, mas não conseguiu balançar as redes.

Com o resultado, o Figueira vai a 25 pontos e se mantém na liderança do Estadual, mas vê a Chapecoense, que empatou com o Inter de Lages, encostar. O Tubarão chega ao seu 13º ponto e cai uma posição na tabela, terminando o fim de semana em sexto.

Na próxima rodada, o Figueirense vai ao Estádio Augusto Bauer enfrentar o Brusque, nesta quinta-feira, às 19h (horário de Brasília). O Tubarão, por sua vez, abre a rodada na quarta-feira, às 19h (horário de Brasília), ao recebeu no Domingos Gonzales o Concórdia.

Com um gramado bastante molhado no Orlando Scarpelli, o jogo começou travado no meio campo. A primeira grande chance aconteceu aos quatro minutos, quando Felipe Amorim saiu na cara do goleiro, mas acabou se complicando na poça d'água. O zagueiro se antecipou e não esperou o goleiro Belliato sair do gol para tentar tirar, mas a bola ficou presa na água, ainda na área. O Figueira teve assim uma segunda chace, mas não conseguiu aproveitar.

Com 11 jogados, mais uma oportunidade para o time de Milton Cruz, Belliato salvou o Tubarão. André Luis ficou na cara do gol, mas o goleiro saiu bem e fechou o ângulo.

A temperatura do jogo caiu um pouco, mas o Figueira continuava pressionando e ditando o ritmo da partida, com o Tubarão tendo dificuldade para manter a bola longe de sua área.

Aos 44, o time da casa teve mais uma chance de abrir o placar e ir para o intervalo com a vantagem, porém desperdiçou. O zagueiro do Tubarão tentou tirar, a bola bateu no companheiro e sobrou na cara do gol para João Paulo, mas Belliato levou a melhor novamente.

Na volta do intervalo, quase os mandantes abriram o marcador. Aos quatro minutos. Felipe Amorim fez bela jogada individual, com direito a caneta no zagueiro, mas errou na finalização ao tentar encobrir goleiro, que fechava o ângulo. A segunda etapa começou intensa e três minutos depois, mais uma chance perdida, após Diego Renan levantar na cabeça de André Luis, que subiu mais alto que a defesa e parou mais uma vez em Belliato, que faz linda defesa.

Com 16 minutos jogados, foi a vez do Tubarão quase largar na frente. Depois da cobrança curta, Peixe seguiu com a bola e conseguiu novo cruzamento. No meio da área, Jailton cabeceou no ângulo, mas parou na defesa do goleiro Denis.

Aos 45 do segundo tempo, o Tubarão teve ainda mais uma chance de sair com a vitória. Os visitantes insistiram por cima, Figueira tentou afastar, mas não conseguiu. Marcos Vinícius bateu forte e rasteiro e o goleiro alvinegro salvou no cantinho.

Figueirense teve ainda uma boa chance com Henan, no último minuto, mas o atacante parou na defesa do goleiro Belliato.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade