0

Ferroviária e Ponte Preta criam chances, mas não saem do 0 a 0 em Araraquara

As duas equipes continuam sem marcar gols no Campeonato Paulista

23 jan 2019
20h04
atualizado às 20h04
  • separator
  • comentários

Apesar da boa movimentação e das muitas chances de gols criadas pelos times, Ferroviária e Ponte Preta empataram sem gols, nesta quarta-feira, na Fonte Luminosa, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Ambos continuam sem marcar gols na competição.

A Ferroviária somou seu primeiro ponto no Grupo C, porque tinha perdido na estreia para o Santos, por 1 a 0, na Vila Belmiro. A Ponte Preta soma dois pontos no Grupo A, sendo que havia ficado no 0 a 0 com o Oeste.

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com chances de gols criadas pelos dois times. No minuto inicial, Gerson Magrão, da Ponte Preta, avançou sozinho, invadiu a área e na saída do goleiro Tadeu tocou por cima. A bola, porém, saiu acima do gol. Aos 25 minutos, Magrão deu chute cruzado e acertou o pé da trave esquerda de Tadeu.

Aos poucos, a Ferroviária equilibrou as ações e levou bastante perigo principalmente pelas triangulações do seu lado esquerdo. Aos 33, Lúcio Flávio cabeceou e Ivan defendeu com os pés. No minuto seguinte, o time campineiro contra-atacou com Matheus Vargas em alta velocidade. Ao chegar na grande área, ele deu passe açucarado para Hugo Cabral que bateu para fora, perdendo grande chance.

A jogada mais bonita do jogo aconteceu aos 36 minutos, quando Fellipe Matheus dominou a bola com categoria dentro da área, fez o giro e no momento da finalização foi bloqueado por Ivan.

No segundo tempo, a Ferroviária voltou melhor. Tomou mais iniciativa de jogo, buscou o ataque e criou as melhores chances. Aos 15 minutos, Maurinho avançou sozinho da intermediária sem marcação e soltou a bomba. Deu susto, porque a bola passou perto da trave esquerda. Aos 21 minutos, de falta, Diogo Mateus cobrou falta, encobriu a barreira e a bola tocou na trave direita de Ivan.

Mesmo demonstrando mais cansaço, a Ponte Preta conseguiu se segurar na defesa. Apesar do maior volume de jogo, a Ferroviária não tirou o zero do placar. Mas reclamou com razão de um pênalti não marcado aos 46 minutos. Após falta cobrada por Fellipe Mateus, a bola tocou no braço do meia Tiago Real, que estava dentro da área.

Na terceira rodada, a Ferroviária vai enfrentar o Botafogo, segunda-feira, às 20 horas, em Ribeirão Preto. Antes disso, no sábado, a Ponte Preta pega o Corinthians, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA:

FERROVIÁRIA 0 X 0 PONTE PRETA

FERROVIÁRIA - Tadeu; Diogo Mateus, Rodrigão, Rayan e Arthur Henrique; PH, Felipe Ferreira, Fellipe Mateus (Diego Gonçalves) e Tony (Higor Meritão); Lúcio Flávio (Uilliam) e Maurinho. Técnico: Vinícius Munhoz.

PONTE PRETA - Ivan; Luís Ricardo, Reginaldo, Renan Fonseca e Geovanni; André Castro, Nathan, Gerson Magrão (Matheus Oliveira) e Matheus Vargas (Tiago Real); Hugo Cabral (Dudu) e Thalles. Técnico: Mazola Júnior.

ÁRBITRO - Leandro Bízzio Marinho.

CARTÕES AMARELOS - Lúcio Flávio, Higor Meritão e PH (Ferroviária). Thalles, Reginaldo e Luís Ricardo (Ponte Preta).

RENDA - R$ 15.870,00.

PÚBLICO - 1.086 pagantes.

LOCAL - Fonte Luminosa, em Araraquara.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade