1 evento ao vivo

Favorito à Bola de Ouro, Lionel Messi afirma que 2012 não foi seu melhor ano

7 jan 2013
14h16
atualizado às 15h01

Lionel Messi deixou de lado o favoritismo e no prêmio Bola de Ouro de melhor jogador de 2012, garantindo nesta segunda-feira, que 2012 não foi o seu melhor ano, mesmo tendo quebrado o recorde de gols.

"Não acho que este tenha sido para mim o melhor ano", afirmou o argentino, em entrevista coletiva antes da entrega do prêmio, em Zurique, na Suíça. Messi concorre com Cristiano Ronaldo e o companheiro de clube Andrés Iniesta.

O craque do Barcelona e seleção argentina tenta vencer pela primeira vez o prêmio de melhor jogador do mundo por quatro vezes, superando Ronaldo (1996, 1997 e 2002) e Zinedine Zidane (1998, 2000 e 2004). A dupla conquistou a honraria quando o prêmio da Fifa ainda não havia sido unificado com a Bola de Ouro, da revista francesa "France Football", o que aconteceu em 2010.

Messi ainda foi perguntado sobre a rivalidade com Cristiano Ronaldo, e porque não votou no rival para conquistar o prêmio, preferindo Xavi, Andrés Iniesta e Sergio Agüero do Manchester City. Na resposta, o argentino preferiu dizer apenas que "seria estúpido não considerá-lo como um bom jogador".

EFE   
publicidade