3 eventos ao vivo

São Bento aposta em Éder Luís e grupo experiente para ir longe no Paulistão

18 jan 2019
09h24
atualizado às 18h12
  • separator
  • 0
  • comentários
Visualizar esta foto no Instagram.

Atacante Éder Luis (ex-Ceará) confirmado para a temporada 2019! #temporada2019

Uma publicação compartilhada por Esporte Clube São Bento (@ecsaobento1913) em

Em grande fase no cenário nacional, 2019 pode marcar o próximo passo do São Bento no Campeonato Paulista. Sem disputar o mata-mata nos últimos anos, a equipe não terá tarefa fácil em grupo com Palmeiras, Guarani e Novorizontino, mas conta com uma série de atletas experientes para fazer um bom Paulistão.

Éder Luís, Alecsandro e Tiago Luís são os principais destaques da equipe de Sorocaba, uma das quatro do Estadual que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro, junto com Guarani, Ponte Preta e Botafogo-SP.

Após defender São Paulo, Atlético-MG e Vasco, Éder chegou no interior paulista após passagem apagada no Ceará, mas sonha grande: "Meu maior objetivo é ganhar, independentemente de estar numa equipe grande ou pequena você tem sonhos", afirmou o atacante à Gazeta Esportiva. "Desde que tenhamos ambição e dedicação para isso. Sonhamos porque já vimos equipes pequenas vencer grandes no Paulistão e isso nos motiva a acreditar que podemos chegar", concluiu.

Além de jogar o Paulista pelo Tricolor em 2008, o novo reforço do São Bento disputou o último estadual pelo Red Bull Brasil, onde jogou 15 vezes e marcou quatro gols. "O Paulista para mim é um dos Estaduais mais difíceis, mas acho que o time tem sim condições de passar para as quartas de final. O elenco montado este ano visa isso e nós todos sabemos dessa responsabilidade", declarou o jogador de 33 anos.

Formando o novo de trio ofensivo do São Bento com Alecsandro e Tiago Luis, o atacante conta sobre a boa recepção dos colegas: "Fui muito bem aceito pelo grupo. Isso é bom porque a gente venceu por onde passou. Temos demonstrado dentro de campo que a gente está querendo um espaço igual a todos e aqui somos iguais a todo mundo", comentou.

O Azulão de Sorocaba estreia no Campeonato Paulista neste domingo, às 11h (horário de Brasília), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. No primeiro jogo em casa, o São Bento já terá pela frente o Santos, no próximo dia 24.

Novidade no comando

Encarregado de comandar o São Bento na Série B de 2018, este será o primeiro Paulista da carreira do treinador Marquinhos Santos. "O Marquinhos vem frisando muito o que ele quer da postura da equipe dentro de campo, para que seja uma equipe muito consistente taticamente", contou Éder.

"Já tinha visto o trabalho dele, no Coritiba e Paysandu, uma pessoa que tem um respeito muito grande no futebol. O grupo está muito feliz com ele", disse o atacante em relação ao técnico.

"Hoje eu descrevo o São Bento como uma equipe que está se mobilizando bastante, sonha grande. Nossa equipe é uma equipe que vai brigar dentro de campo, vai ter um padrão de jogo interessante, temos visto coisas muito boas nos treinos. É um time de qualidade muito grande", descreveu o atacante.

Quinta força

Como uma das equipes da Série B no Paulista, o São Bento também luta pelo posto de principal time depois dos quatro grandes. Com um pé atrás, Éder prefere não dar bola às comparações. "Não adianta ficarmos focando muito em Ponte Preta, Guarani, ou qualquer outra equipe. A Ponte Preta tem a sua história, o Guarani tem a sua história e o São Bento tem a sua história", disse.

"Se a gente começar a olhar muito o vizinho lá a gente esquece de olhar os nossos obstáculos aqui e podemos perder coisas grandes porque olhamos muito o adversário. Eu respeito o Campeonato Paulista, não são jogos fáceis então o importante é focarmos em nós", argumentou.

Grupo da morte

No grupo B, com o campeão brasileiro Palmeiras, o rival de Série B Guarani e o Novorizontino, que se classificou para o mata-mata nos últimos dois anos, a equipe de Sorocaba integra o grupo mais duro do Estadual. A posição, porém, não preocupa o experiente atacante no primeiro momento. "Prever resultado ou prever se será melhor que um time ou que o outro é difícil. A gente está em busca disso, de trabalhar bastante, de focar bastante, de se acertar, a cobrança é grande e assim a gente vai conseguir não só superar as outras equipes, mas principalmente a nossa equipe", contou.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade