3 eventos ao vivo

Ponte Preta empata com Bragantino e está na semifinal do Troféu do Interior

Time de Campinas se classifica após empate por 1 a 1, no estádio Moisés Lucarelli

27 mar 2019
22h26
  • separator
  • 0
  • comentários

A Ponte Preta não fez uma boa partida na noite desta quarta-feira, mas garantiu a classificação para as semifinais do Troféu do Interior do Campeonato Paulista ao empatar com o Bragantino, por 1 a 1, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A vantagem do empate foi conquistada após a vitória por 1 a 0, em Bragança Paulista, no último sábado. Agora, o time campineiro aguarda o jogo entre Guarani e Mirassol nesta quinta-feira para saber quem será seu adversário. Existe até mesmo a possibilidade da semifinal ter dois dérbis.

Na última segunda-feira, o Bragantino anunciou a parceria com o Red Bull Brasil, que vai passar a controlar o futebol do clube já na Série B do Campeonato Brasileiro, com início no fim do próximo mês. Por isso, muitos jogadores que estiveram em campo, além do técnico Marcelo Veiga, devem ser dispensados.

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente e sem muita emoção. Logo aos cinco minutos, o goleiro Ivan saiu mal da área e jogou a bola nos pés de Rafael Chorão, que pegou de primeira e mandou para fora. O Bragantino tinha mais posse de bola, mas quem marcou foi a Ponte Preta. Aos 44, Thalles converteu pênalti sofrido por Renan Fonseca, que caiu na área após ser puxado por Lázaro.

Precisando da virada para levar a decisão pelo menos para os pênaltis, o Bragantino dominou o segundo tempo e, depois de exigir duas boas defesas de Ivan, deixou tudo igual aos 25 minutos com Matheus Peixoto. O artilheiro aproveitou cruzamento de Esquerdinha e só completou.

Nos minutos finais, o Bragantino se lançou todo ao ataque em busca de mais um gol, mas a Ponte Preta se defendeu bem e garantiu a classificação à semifinal.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 x 1 BRAGANTINO

PONTE PRETA - Ivan; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Nathan, Gerson Magrão e Tiago Real (Lyncon); Matheus Oliveira (Hugo Cabral), Júlio César (Edson) e Thalles. Técnico: Jorginho.

BRAGANTINO - Alex Alves; Buiú, Lázaro, Juliano e Léo Rigo (Galego); Adenilson, Jonathan (Gabriel), Rafael Chorão, Vitinho e Wesley (Esquerdinha); Matheus Peixoto. Técnico: Marcelo Veiga.

GOLS - Thalles (pênalti), aos 44 minutos do primeiro tempo. Matheus Peixoto, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Peixoto, Buiú e Gabriel (Bragantino).

ÁRBITRO - Leandro Carvalho da Silva.

RENDA - R$ 39.285,00.

PÚBLICO - 1.919 pagantes.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade