0

Fifa pede, e FPF cancela patrocínio da Crefisa a árbitros

13 abr 2015
13h13
atualizado às 13h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após a polêmica durante as quartas de final, a Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu não mais estampar a Crefisa nas camisas dos árbitros durante a reta final do Campeonato Paulista. A decisão foi tomada após uma recomendação da FIFA para que a entidade desistisse do patrocínio.

A parceria gerou polêmica durante a última semana, já que a Crefisa é uma das principais patrocinadoras do Palmeiras. De acordo com o regulamento da entidade máxima do futebol mundial, os árbitros podem ter patrocínio em suas camisas, desde que não haja conflito de interesses.

<p>Palmeirense Fernando Prass e árbitro Marcelo Rogério entram em campo com camisas patrocinadas pela Crefisa: fim da parceria com a FPF após recomendação da Fifa</p>
Palmeirense Fernando Prass e árbitro Marcelo Rogério entram em campo com camisas patrocinadas pela Crefisa: fim da parceria com a FPF após recomendação da Fifa
Foto: Reginaldo Castro / Gazeta Press

A FPF ainda defende que a parceria não se configurava um conflito de interesses, mas decidiu desfazer o acordo depois da pressão da Fifa. Na visão da entidade, não havia diferença entre a Crefisa nas camisas e os acordos para ceder camisas para os árbitros durante as competições, por exemplo.

No último final de semana, Ponte Preta e Palmeiras reclamaram muito da atuação dos árbitros. No caso especial da equipe alviverde, a arbitragem de Marcelo Rogério foi muito criticada. Na visão da diretoria palmeirense, a pressão por causa da questão dos patrocínios pesou negativamente para o clube.

 

Veja também:

Saiba o time dos campeões do BBB na história
Fonte: EFuroni Conteúdo Editorial
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade