PUBLICIDADE

Campeonato Paulista

Patrocínio Logo do patrocinador

Corinthians joga mal, perde nos pênaltis para o Ituano e está eliminado do Paulistão

Fábio Santos, Gil e Fágner desperdiçam cobranças e time do Parque São Jorge cai nas quartas de final da competição

12 mar 2023 - 18h42
(atualizado às 18h42)
Compartilhar
Exibir comentários

Jogando diante da torcida na Neo Química Arena, o Corinthians foi surpreendido pelo Ituano e está eliminado do Campeonato Paulista. Em partida pelas quartas de final, neste domingo, o time do Parque São Jorge jogou mal e empatou por 1 a 1 no tempo normal, mas foi vencido na disputa de pênaltis por 7 a 6. Raí Ramos fez o gol dos visitantes e Paulinho anotou para o time corintiano. Jogadores experientes do elenco alvinegro, Fábio Santos, Gil e Fágner desperdiçaram suas cobranças.

O Corinthians foi para o jogo com a missão de manter uma importante escrita na Neo Química Arena. Desde que o estádio foi construído, o time do Parque São Jorge nunca havia sido eliminado nesta fase do Estadual. Eram sete classificações, sendo duas justamente nos pênaltis.

O Ituano se classificou às quartas de final do Paulistão com a pior campanha entre os classificados, com apenas 12 pontos e a 12ª colocação geral. Além de entrar no duelo como azarão, o retrospecto não favorecia em nada o rubro-negro de Itu. A última vitória da equipe do interior diante do Corinthians foi há 16 anos, em 2007 — ano do único rebaixamento da equipe alvinegra à Série B do Brasileiro. Classificado com a pior classificação geral, o Ituano vai enfrentar o Palmeiras na semifinal, dono da melhor campanha.

Corinthians fez exibição ruim e caiu nos pênaltis para o Ituano
Corinthians fez exibição ruim e caiu nos pênaltis para o Ituano
Foto: Paulo Pinto/Twitter Ituano / Estadão

A dependência de Renato Augusto ficou evidente desde os primeiros minutos de partida. Paulinho, escolhido para entrar na vaga do camisa 8, não conseguiu dar a dinâmica necessária para a bola chegar com qualidade na frente. Giuliano e Adson tiveram trabalho com a marcação do Ituano, que roubou muitas bolas no meio-campo e tentava contra-atacar com toques de primeira. Cássio fez defesaça após Gabriel Barros finalizar na pequena área. Foi o próprio goleiro, em ligação direta, que achou Yuri Alberto na frente, que bateu travado.

O Ituano teve sucesso nas roubadas de bola, mas tinha dificuldades de encaixar um bom ataque. A solução veio de fora da área. Raí Ramo abriu o placar para os visitantes após acertar um foguete de fora da área, no ângulo de Cássio. O Corinthians, empurrado pela torcida, por pouco não empatou no lance seguinte. Após triangulação na direita, Adson acertou a trave. Atrás do placar, a equipe de Fernando Lázaro trabalhou melhor a troca de passes e conseguiu acuar o Ituano. Foi aí que Paulinho apareceu para fazer o que sabe de melhor: infiltrou no meio da zaga adversária e acertou cabeçada para o gol após cruzamento preciso de Adson, deixando o jogo em 1 a 1.

No retorno do segundo tempo, o Corinthians ensaiou uma pressão, mas esbarrou na falta de efetividade na troca de passes, com os jogadores optando por não arriscar perder a posse de bola. Aguerrido, o Ituano tentou jogadas de ataque, mas na maioria das vezes esbarrou na boa defesa corinthiana. A melhor chance dos donos da casa veio justamente em um contra-ataque, quando Paulinho deixou Yuri Alberto na cara do gol. O camisa 9 tocou por cima do goleiro e a bola beijou a trave. O lance levantou a torcida e o time alvinegro cresceu. Minutos depois, Giuliano quase faz um golaço da intermediária.

As entradas de Maycon no lugar de Paulinho e Fausto Vera no lugar de Roni qualificaram um pouco mais a troca de passes do Corinthians, mas o time de Fernando Lázaro começou a atacar desordenadamente, cruzando a esmo a bola na área. Faltando um minuto para encerrar o tempo regulamentar, Yuri Alberto recebeu boa bola na grande área e obrigou o goleiro Jefferson Paulino a fazer grande defesa. Nos acréscimos, Gil recebeu bola cruzada na área e ajeitou a bola de cabeça para Vera, mas o argentino perdeu um gol incrível.

Em uma emocionante disputa de pênaltis, o Corinthians chegou a ficar à frente do placar mesmo perdendo a primeira cobrança, com Fábio Santos. O Ituano chegou a ter a chance de se classificar, mas Raí Ramos, no travessão. Nas alternadas, Fagner perdeu, mas Cássio defendeu em seguida o penal de Mário Sérgio. Na cobrança seguinte, Gil foi quem errou, mas desta vez o Ituano sacramentou a classificação com Felipe Saraiva.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 (6) x ( 7) 1 ITUANO

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Bruno Méndez e Fábio Santos; Roni (Fausto Vera), Giuliano, Paulinho (Maycon) e Adson (Pedrinho); Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Fernando Lázaro.

ITUANO: Jefferson Paulino; Raí Ramos, Claudinho, Bernardo Schappo e Iury (Mário Sérgio); André Luiz (Rafael Pereira), Marcelo Freitas (Lucas Siqueira) e Eduardo Person; Gabriel Barros, Quirino (Felipe Saraiva) e Paulo Victor (José Aldo). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

GOLS: Raí Ramos (aos 25) e Paulinho (aos 34 do primeiro tempo).

JUIZ: Raphael Claus.

CARTÕES AMARELOS: Claudinho (Ituano).

PÚBLICO: 43.888

RENDA: R$ 2.430.793,50

LOCAL: Neo Química Arena (SP)

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade