1 evento ao vivo

Antes 'copeiro', Felipão sofre quinta eliminação em retorno ao Palmeiras

Contratado em 2018, treinador não consegue repetir bons resultados em mata-mata

28 ago 2019
10h11
atualizado às 10h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Dono de duas Libertadores, três Copas do Brasil, Copa Mercosul e pentacampeão mundial em 2002. As conquistas que fizeram Felipão ser conhecido como técnico 'copeiro' nas últimas décadas estão longe de se repetir em sua terceira passagem pelo Palmeiras. Contratado em 2018, o treinador acumula cinco eliminações em torneios mata-mata. Sua grande conquista neste período foi o Brasileirão do ano passado, mas que é disputado no sistema de pontos corridos.

Copa Libertadores 2019 - Palmeiras 1 x 2 Grêmio

A virada por 2 a 1 que resultou na desclassificação para o Grêmio da Copa Libertadores 2019 foi apenas mais um duro golpe sofrido por Luiz Felipe Scolari e sua volta ao Brasil. Depois de ganhar a partida de ida em Porto Alegre, por 1 a 1, e chegar a abrir 1 a 0 no Pacaembu, o alviverde acabou levando dois gols em apenas quatro minutos.

Após o fim da partida, o treinador rebateu aqueles que acusam o Palmeiras de não 'jogar bonito'. "Temos qualidade, estamos colocando em jogo e ela tem aparecido. Não conseguimos concluir. Não é só a qualidade, às vezes é a chance final que não aproveitamos. Eu não concordo com algumas situações, mas não discordo. O Palmeiras joga bonito, tem resultado. Hoje (ontem) foi razoável. Cada um faz a sua ideia de jogo, não vou discutir com vocês."

Copa do Brasil 2019 - Internacional 1 x 0 Palmeiras

No último mês, a queda foi para outra equipe gaúcha. O Palmeiras visitou o Internacional com a vantagem de ter vencido o primeiro confronto por 1 a 0. No Beira-Rio, no entanto, os colorados conseguiram vencer pelo mesmo marcador e conquistaram a vaga nas cobranças de pênalti.

Naquela oportunidade, Felipão minimizou o resultado dizendo que 'ninguém morreu'. A frase acabou gerando indignação por parte dos torcedores: "Ninguém morreu. Uns perdem, outros ganham. Não tem que ficar crucificando A ou B. Temos que jogar futebol com a mesma qualidade que nós temos. Em determinados momentos, alguém pode ser superior. Agora vamos conversar e pronto".

Paulistão 2019 - Palmeiras 0 x 0 São Paulo

Mesmo sendo tratado pela diretoria e por parte de sua torcida como 'Paulistinha', por conta da suposta interferência externa na final de 2018 contra o Corinthians, a eliminação do campeonato estadual gerou a primeira crise do time alviverde na atual temporada. Depois de 0 a 0 contra o São Paulo no Morumbi e depois no Allianz Parque, Tiago Volpi brilhou nos pênaltis e colocou o São Paulo na decisão.

Copa Libertadores 2018 - Palmeiras 2 x 2 Boca Juniors

Pressionado pela derrota por 2 a 0 na Argentina, o Palmeiras entrou em campo precisando de um placar histórico para se manter vivo no torneio. Apesar do 2 a 2 e da desclassificação, o clube saiu aplaudido do Allianz Parque pela entrega em campo. E assim como acontece hoje em dia, um problema enfrentado pelo clube na época era a dificuldade de reverter resultados quando está atrás no placar. "Quando saímos atrás, os jogadores começam a pensar que precisamos fazer quatro. A situação fica muito mais difícil para quem joga, para quem dirige", analisou.

Copa do Brasil 2018 - Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras

A primeira queda de Felipão no comando do Palmeiras foi para o Cruzeiro. O empate por 1 a 1 no Mineirão não foi suficiente por conta da derrota por 1 a 0 no Allianz. Os dois gols do rival foram justamente marcados por um antigo goleador alviverde, Hernán Barcos.

Como o time brigava pelo título do Brasileirão e ainda estava vivo na Libertadores, o treinador minimizou o resultado e defendeu o clube: "Não devo cobrar minha equipe por nada, não criamos muitas oportunidades porque o Cruzeiro não deixa. O Cruzeiro também não criou muito, porque tivemos uma marcação forte. Nós fizemos gol no escanteio, eles com o Barcos. Eu estou bem satisfeito com a determinação, vontade da equipe"

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade