PUBLICIDADE

Com direito a confusão, América-MG derrota o Cruzeiro

As duas equipes volta a se enfrentar no próximo domingo (9) na disputa pelo Campeonato Mineiro

2 mai 2021 18h38
| atualizado às 18h57
ver comentários
Publicidade
Ademir faz o 2º gol do América-MG em disputa contra o Cruzeiro (2/05/2021)
Ademir faz o 2º gol do América-MG em disputa contra o Cruzeiro (2/05/2021)
Foto: GLEDSTON TAVARES/FramePhoto/Gazeta Press

Mesmo jogando em casa e com primeiro tempo muito forte, o Cruzeiro não segurou o América-MG e levou a virada por 2 a 1 neste domingo (2). O resultado deixa a equipe de Lisca mais tranquila para a partida de volta, dessa vez com seu mando de campo.

O jogo de ida foi bem movimentado e com direito a confusão no final do primeiro tempo e mais bagunça no final do jogo. Um dos que mais brigou foi o próprio técnico dos visitantes, que discutiu bastante durante todo a partida com o banco do Cruzeiro.

As duas equipes volta a se enfrentar no próximo domingo, agora no Independência. A partida de volta e que decide o finalista do Campeonato Mineiro está marcada para as 16 horas (de Brasília).

Querendo mostrar força em casa, o Cruzeiro iniciou a partida com marcação muito forte e dificultando a saída de bola do América-MG. O primeiro tempo exigiu bastante do goleiro Matheus Cavichioli, que respondeu bem e mostrou segurança. O técnico Felipe Conceição experimentou colocar Rômulo pela esquerda do ataque e a variação tática surtiu efeito.

A partida começou a ficar mais nervosa  nos quinze minutos finais do primeiro tempo, mas o árbitro da partida conseguiu segurar os ânimos dos jogadores e dos treinadores, que gritavam muito do banco de reservas. Quando os visitantes tinham seu melhor momento, o Cruzeiro conseguiu balançar as redes com Rafael Sobis. O camisa 10 recebeu passe de Bruno José e abriu o placar para os donos da casa.

O lance foi anulado por impedimento, mas a revisão do VAR mostrou que Sobis estava em posição legal, revertendo a decisão do campo. Ao final da primeira metade, Lisca reclamou muito com a arbitragem, questionando a decisão. As reclamações renderam um cartão amarelo ao treinador, que está fora do próximo jogo da semifinal.

Para o segundo tempo, Lisca preparou uma equipe mais agressiva e que logo ameaçou o gol defendido por Fábio. Aos 10 minutos, Rodolfo José aproveitou bom passe de Felipe Azevedo, mas acertou a trave do goleiro. Três minutos depois, a Raposa teve novo gol anulado pelo VAR, dessa vez de Airton.

Jogando melhor, o América dominou e chegou ao empate no minuto 40, com Alê. O camisa 11 aproveitou boa cobrança de escanteio de Leandro Carvalho e desviou de cabeça, por cima de Fábio. Quatro minutos depois, a virada do América veio dos pés de Ademir, que tinha acabado de entrar. Ele recebeu mais uma ótima assistência de Leandro Carvalho e venceu o goleiro do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 2 AMÉRICA-MG

Local: Mineirão, Belo Horizonte, MG

Data: 02 de maio de 2021, domingo

Hora: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira

Assistentes: Celso Luiz da Silva e Marcus Vinicius Gomes

Cartão Amarelo: Gustavo e Lisca (América-MG)

GOLS:

Cruzeiro: Rafael Sobis, aos 37 minutos do 1º tempo

América-MG: Alê, aos 40 minutos e Ademir, aos 44 minutos do 2º tempo

CRUZEIRO: Fábio; Raúl Cáceres, Weverton, Ramon e Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Matheus Barbosa (Jadson) e Rômulo; Airton (Stênio), Bruno José (Felipe Augusto) e Rafael Sobis (William Pottker)

Técnico: Felipe Conceição

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo (Marlon); Zé Ricardo, Juninho (Ademir), Alê, Bruno Nazário (Leandro Carvalho) e Felipe Azevedo (Ribamar); Rodolfo José (Gustavo)

Técnico: Lisca

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade